25/03/2008

Governo anuncia investimento de R$ 34 bi na construção de casas populares

Fonte: Editoria Zap

Dados do IBGE mostram que 91% do déficit habitacional do país se concentram na faixa de renda entre zero e três salários mínimos

O governo anunciou nesta manhã o tão esperado plano de habitação. Batizado de “”Minha Casa, Minha Vida””,  o pacote prevê um investimento de R$ 34 bilhões na construção de 1 milhão de casas. Desses, R$ 16 bilhões serão destinados à redução do déficit habitacional da população com renda familiar de até R$ 1.395.

Zap o especialista em imóveisGoverno vai construir 400 mil moradias populares

A intenção do governo é construir 400 mil moradias para a população nessa faixa de renda, que pagará uma prestação mínima de R$ 50. Para imóveis voltados para esta faixa de renda, haverá ainda uma redução na tributação do regime especial da construção civil de 7% para 1% e a redução dos custos cartoriais. Para facilitar a vida de quem adquirir o imóvel, o comprador só começará a pagar as prestações na hora da entrega e terá a opção de não dar uma entrada.

Os principais objetivos são reduzir em 14% o déficit habitacional do país, de 7,2 milhões de moradias, e fortalecer a economia, criando empregos. As novas regras para as operações financeiras mencionadas no pacote habitacional só devem entrar em vigor a partir de 13 de abril.

Para as famílias com renda entre três a seis salários mínimos, o pagamento da prestação prevê o comprometimento de até 20% da renda. O total de moradias para essa faixa também será de 400 mil unidades, com a previsão de investimento de R$ 10 bilhões. Para essa faixa de renda haverá aumento do subsídio parcial em financiamentos com redução dos custos do seguro e acesso ao Fundo Garantidor.

Já as 200 mil moradias serão destinas às famílias com renda entre seis e dez salários mínimos. Para essa faixa haverá estímulo à compra, com redução dos custos do seguro e acesso ao Fundo Garantidos. (com Agências)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.