05/10/2012

Governo anuncia mudanças no Minha Casa, Minha Vida

Governo anuncia mudanças no Minha Casa, Minha Vida

Fonte: Revista do ZAP

Entre as alterações, está o aumento do salário familiar considerado para a faixa 2 do programa, que passou de até R$ 3,1 mil para R$ 3,275 mil

O ministro do Trabalho, Carlos Brizola Neto, anunciou nesta quinta-feira, 4 de outubro de 2012, uma série de mudanças para os valores de imóveis e subsídios para o Programa Minha Casa, Minha Vida. A decisão foi tomada dentro do Conselho Curador do FGTS, que é presidido pelo ministro. “Estamos ampliando a possibilidade de acesso ao programa”, disse.

Entre as mudanças, está o aumento do salário familiar considerado para a faixa 2 do programa, que passou de até R$ 3,1 mil para R$ 3,275 mil. Para a faixa 1, foi mantido o valor em até R$ 1,6 mil e para a faixa 3 também foi mantido o teto de até R$ 5 mil, considerando como novo piso o valor R$ 3,275 mil e não mais R$ 3,1 mil.

O ministro informou também que a taxa de juros para a faixa 3 foi reduzida em um ponto percentual, passando de 8,16% ao ano para 7,16% ao ano. “A redução desses juros foi toda bancada pela diminuição do spread bancário”, explicou.

No caso dos imóveis das principais capitais brasileiras (Brasília, Rio e São Paulo), o teto do valor subiu de R$ 170 mil para R$ 190 mil. Nos municípios que têm população acima de 250 mil habitantes, como é o caso de Caxias do Sul, por exemplo, e no entorno do Distrito Federal, o teto passou de R$ 130 mil para R$ 145 mil. Nas cidades com mais de 50 mil habitantes, o valor máximo foi elevado de R$ 100 mil para R$ 115 mil. Nas demais, o teto, que era de R$ 80 mil, passará para R$ 90 mil.

Conforme o ministro, o teto do subsídio a fundo perdido para o Minha Casa, Minha Vida subiu de R$ 23 mil para R$ 25 mil para as pessoas enquadradas na faixa 1, com salário familiar de até R$ 1,6 mil mensal.

Leia mais:
>> Minha Casa, Minha Vida impulsionou alta dos investimentos federais em 2012
>> Minha Casa, Minha Vida tem 1 milhão de moradias construídas, diz Dilma
>> Inscritos no Minha Casa, Minha Vida terão linha de financiamento para móveis e eletrodomésticos
>> Governo vai investir R$ 2,8 bilhões no Programa Minha Casa, Minha Vida
>> Mulheres ficarão com imóvel do Minha Casa, Minha Vida em caso de divórcio

Tags: destaques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.