19/03/2013

Haddad cobra agilidade e promete revisão do Plano Diretor até agosto

Fonte: ZAP Imóveis

Prefeito está preocupado com o fato de a Capital estar perdendo investimentos para cidades vizinhas por causa da demora na aprovação dos novos marcos urbanísticos

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), cobrou nesta terça-feira mais agilidade na revisão do Plano Diretor, que define as diretrizes para a construção de edifícios na cidade, além de organizar o uso e a ocupação do solo.

Haddad cobra agilidade e promete revisão do Plano Diretor até agosto
Haddad (e) classificou grave o fato de alguns bairros estarem com estoque de outorga onerosa insuficiente (Foto: Divugalção PT)

Preocupado com o fato de a Capital estar perdendo investimentos para cidades vizinhas por causa da demora em aprovar os novos marcos urbanísticos, o executivo afirmou que espera encaminhar o novo projeto da cidade já no segundo semestre do ano.

“Entendemos que o Plano Diretor de São Paulo precisa de aperfeiçoamentos. Esperamos entregar o documento para a Câmara aprovar até agosto”, apontou Haddad, em evento com representantes do setor imobiliário.

Há dez anos que o Plano Diretor paulistano não é revisto. A última tentativa de revisão foi feita na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). Mas, devido ao período eleitoral, o projeto foi barrado.

Haddad classificou alguns fatores, como os bairros que estão com estoque de outorga onerosa insuficiente e perímetros da cidade que precisam ser redefinidos, como os mais graves deste cenário.

“O grande problema do setor imobiliário é quando não tem diretrizes públicas, quando as regras não são claras. Isso inibe o investimento”, completou.

Haddad cobra agilidade e promete revisão do Plano Diretor até agosto
Plano Diretor define as diretrizes para a construção de edifícios na cidade, além de organizar o uso e a ocupação do solo (Foto: Banco de Imagens / Think Stock)

O prefeito ainda pediu o auxílio dos empresários e da sociedade civil, além de alertar a oposição política para a importância da aprovação do projeto.

“Um grande debate não pode ser impedido pelo pequeno debate, pelo partidarismo ou pelo sectarismo” avisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.