10/11/2008

Hora de pensar nas peças decorativas de Natal

Fonte: O Globo

Se você está meio enjoado de seus enfeites ou quer dar um toque pessoal, saiba que dá tempo de criar algumas peças bem bonitas e diferenciadas

Zap o especialista em imóveisÁrvore de 30 cm feita de mini-rosas artificiais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rio de Janeiro – Não dá para imaginar o período do Natal sem uma decoração caprichada. Árvores enfeitadas, guirlandas nas portas, presépios, bonecos de papai noel são algumas das possibilidades. Enfim, todos aqueles apetrechos são tirados do fundo do armário e usados para criar um clima especial nos lares. Mas se você já está meio enjoado de seus enfeites ou quer dar um toque pessoal, saiba que dá tempo de criar algumas peças bem bonitas e diferenciadas. Há opções até mesmo para quem não tem a menor habilidade com trabalhos manuais.

Quem tem filhos pequenos ou crianças na família, ainda pode aproveitar o momento para criar uma sitação lúdica no momento da criação das peças. Entre elas, está a árvore de Natal feita de mini-rosas artificiais da artesã Karin Christine, de São Paulo. Ela garante que a árvore fica bem delicada, sai por R$ 20 e leva cerca de 30 minutos para ser feita. Confira aqui o passo-a-passo de algumas peças.

Zap o especialista em imóveisBandeja feita com técnica de adesivagem

“Tem tudo a ver fazer uma peça artesanal para celebrar o Natal. Algo que você coloca o seu amor, sua energia. Não precisamos ficar comprando tudo pronto, especialmente no Natal, em que a proposta não é o consumo e sim o amor”, afirma Cristine.

Ela conta que a árvore pronta mede quase 30 centímetros, mas é possível fazê-la em diversos tamanhos, dependendo do cone de isopor a ser usado como estrutura.
O patchwoork é a técnica preferia da dona-de-casa Catarina Rodrigues que adora criar suas peças decorativas do Natal e as embalagens de alguns dos presentes. Em geral, são usados três tipos de tecidos, dois deles estampados, além de fitas, linhas e agulhas. Catarina costuma comprar um pinheiro natural e o enfeita com anjinhos, ursinhos e pingüins todos feitos de tecidos por ela.

“Bom gosto para combinar os diferentes tipos de tecidos e as estampas, além do capricho na hora do acabamento são as principais dicas para fazer um trabalho bacana”, destaca ela.

A artesã Eliane Tanelli que está entre os 30 expositores da segunda edição da Rio Artes Manuais, criou uma guirlanda usando a técnica de adesivar duas placas de plástico EVA nas cores verde e vermelha e o uso de cola tinta. O artista plástico Hélcio Mendonça, que também está na mostra, sugere a técnica scrap décor para dar outra cara às bandejas convencionais que servem tanto para o uso pessoal como para presentear amigos e familiares.

Zap o especialista em imóveisGuirlanda da plástico EVA

“É praticamente um trabalho de aplicação de adesivos de modelos distintos e botões que transforma a peça, personalizando-a”, avisa Mendonça.

Uma boa alternativa para quem quer ter novas idéias e aprender outras técnicas é visitar a Rio Artes Manuais, cujo tema é o Natal. A mostra está sendo realizada até domingo, no Centro Cultural Ação da Cidadania Maurício de Andrade, na Saúde, onde estão sendo oferecidas diferentes oficinas com duração de uma hora e meia.

Para participar, os interessados pagam R$10 e podem se inscrever em uma das oficinas. E mais: o aluno levará para casa a peça produzida no curso.
A feira acontece na Av. Barão de Tefé 75, na Saúde.

Serviço:
2ª. Rio Artes Manuais
Local: Centro Cultural da Ação da Cidadania Maurício Andrade
Endereço: Av. Barão de Tefé, 75 – Saúde – Rio de Janeiro
Data: Até 9 de novembro de 2008
Horários: sábado a domingo, das 10h às 18h
Site: www.rioartesmanuais.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.