06/11/2013

Hotel une modernidade e história com revitalização de casarão do século XX

Hotel une modernidade e história com revitalização de casarão do século XX

Fonte: Revista do ZAP

Recentemente inaugurado em Porto Alegre, o Hotel Laghetto Viverone Moinhos incorporou uma antiga mansão da Rua Dr. Vale à estrutura cosmopolita do empreendimento

A sintonia entre herança histórica e modernidade dá personalidade ao projeto arquitetônico do Hotel Laghetto Viverone Moinhos, recentemente inaugurado no charmoso bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. A partir da revitalização de um casarão do início do século XX, que abriga toda a área de recepção, lobby, winebar e restaurante, o empreendimento proporciona aos hóspedes uma visita ao passado da cidade.

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre

 

“O intuito de manter a estrutura original da formosa casa, de mil m², visa à preservação da história de nossa cidade contada por meio da arquitetura”, explica Vera Zaffari, arquiteta e diretora do escritório VZA, responsável pelo projeto arquitetônico. A mansão pertenceu ao empresário Cypriano Micheletto entre os anos de 1937 a 2009, quando a Forma Espaços Imobiliários apresentou a proposta de manter em pé o casarão. Segundo Paulo Pompermayer, diretor administrativo da Forama, o empreendimento foi entregue no início de outubro deste ano. “A restauração da casa foi a etapa mais delicada de toda obra”, conta.

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre

 

Aos 62 anos, Rosa Maria Verlangieri Caldas, neta do antigo proprietário, se diz realizada com o destino que teve a construção . “Mudei para a casa quando tinha três anos de idade, toda minha memória está lá. E agora, além da minha família, milhares de pessoas vão poder conhecer um pouco da história recente de Porto Alegre. Sempre houve muita curiosidade da comunidade em torno da nossa residência”, revela. “É um lugar de muita festa e de muita sorte, minha mãe comemorou seus 15 anos lá, meu avô recebia clientes para almoços e jantares.”

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre

 

Pompermayer explica que toda a estrutura do casarão foi mantida. “A casa estava em bom estado, pois a família que viveu nela por sete décadas cuidou com bastante carinho do local. De qualquer maneira, fizemos um trabalho de revitalização bem detalhado”, diz. O piso de marchetaria e os azulejos portugueses da sacada, por exemplo, receberam um tratamento especial.  Já no teto, o gesso ganhou retoques. “A Capela da família e o enorme vitral junto à escada também receberam valorização. O detalhe em mármore da lareira, no hall de entrada, e as colunas de mármore Carrara foram mantidas para reforçar a tendência das construções da época. Todo o material empregado na construção, em 1930, veio da Europa. Fizemos ajustes para viabilizar o negócio, mas a prioridade foi manter a estrutura e sua história”, complementa.

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre

O caminho à área moderna dá-se pela passarela de vidro que une a residência ao corpo do hotel. “A proposta é mostrar clara e visualmente onde está a interferência do novo”, comenta a arquiteta Vera Zaffari. O novo prédio, que compõe a segunda área, totaliza 7,7 mil m² de área construída. São 11 pavimentos, sendo dois de garagens. No andar térreo, localizam-se três salas de convenções com capacidade total de 240 pessoas e espaço para eventos para até para 650 pessoas, que se interligam, formando um espaço unificado apoiado por um grande foyer com acesso aos jardins internos do hotel. Nos demais níveis, estão distribuídos apartamentos de 22m², 38m² e suítes de 46m² de área privativa. A cobertura contempla as áreas de lazer exclusivas aos hóspedes, como fitness, dois terraços, bar, lounge e sauna. Um deck abriga a piscina aquecida e, a partir dele, se descortina a famosa vista do pôr-do-sol do Guaíba.

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre


 

Casa Micheletto: Patrimônio Histórico e Cultural
A casa da família Micheletto consta na lista de conjuntos arquitetônicos inventariados da Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural (EPAHC) do município. Construída em 1938, a residência restaurada segue os padrões de pintura e fachada reguladas pelo EPAHC, que requer diretrizes especiais para intervenção, a fim de preservar o valor histórico das construções.
 

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre


 

No bairro Moinhos de Ventos, somente sete casas são tombadas e a maioria está localizada na Rua Félix da Cunha. Tais propriedades, que atualmente abrigam lojas e restaurantes, mantêm a fachada original e conferem um charme europeu ao bairro. Desde a década de 1990, conforme dados do site da Prefeitura, nenhuma outra construção foi tombada no Moinhos, porém 140 edificações do bairro, incluindo a mansão Micheletto, estão inventariadas para preservação da história e cultura local junto aos poderes públicos.

Hotel Laghetto Viverone Moinhos-Cypriano Micheletto-mansão-moinhos de vento-porto alegre

 

SOBRE O HOTEL:
Rua Dr. Vale, 579 -Porto Alegre – RS
Fone: (51) 2102-7272

Leia mais:
>> Mansões históricas: como os imóveis antigos de Porto Alegre são percebidos pelo mercado

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.