19/07/2013

IGP-M sobe na prévia de julho de 2013 e indica menor pressão sobre aluguéis

IGP-M sobe na prévia de julho de 2013 e indica menor pressão sobre aluguéis

Fonte: Revista do ZAP

Todos os subíndices do índice apresentaram taxas mais baixas que no mesmo período do mês passsado

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), referência para reajuste de aluguéis, subiu 0,24% na segunda prévia de julho de 2013, em ritmo menor que o registrado na segunda prévia de junho, 0,74%, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Todos os subíndices do IGP-M apresentaram taxas mais baixas que no mesmo período de junho. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do IGP-M, subiu 0,24%. No mesmo período do mês anterior, a taxa foi de 0,60%.

As principais influências para o resultado de julho do IPA foram: tomate (de -19,16% para -43,50%), minério de ferro (de 0,52% para -4,53%) e aves abatidas e frigorificadas (de -2,20% para -2,53%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que representa 30% do índice geral, subiu 0,01%, ante 0,38%, no mesmo período do mês anterior. A principal contribuição para a alta menor veio dos alimentos (de 0,22% para -0,43%).

O terceiro subíndice do IGP-M, Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), com peso de 10% do índice geral, aumentou 0,78%, ante 2,41% no mesmo período do mês anterior. O resultado foi influenciado pelas taxas mais baixas de materiais, equipamentos e serviços (de 0,64% para 0,41%) e de custo da mão de obra (de 4,05%  para   1,12%).

O segundo decêndio do IGP-M abrange os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.



Leia mais:
>> Inflação do aluguel acelera para 0,75% em junho de 2013
>> Em 12 meses, inflação do aluguel tem alta de 6,22%
>> Índice que reajusta contratos de aluguel cai para 0,03% na primeira prévia de maio de 2013

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.