05/08/2009

Imobiliárias alugam 14,73% mais imóveis em junho

Fonte: Revista ZAP
(Foto: Verônica Lima)
Maioria das novas locações foi contratada por aluguel mais baixo que o do mês anterior (Foto: Verônica Lima)

A locação de casas e apartamentos cresceu 14,73% em junho na capital em relação a maio, segundo a pesquisa feita pelo Creci-SP com 446 imobiliárias de todas as regiões da cidade. Foram alugados 1.052 imóveis, o que fez o índice de locação evoluir de 2,0559 em maio para 2,3587 em junho. Os apartamentos puxa somaram 57,98% das locações, ficando as casas com os restantes 42,02%.

Os imóveis mais alugados em junho foram os de aluguel até R$ 800, que representaram 67,46% das novas locações. A maioria das novas locações foi contratada por aluguel mais baixo que o do mês anterior – foram 15 registros de baixa e 13 de alta no conjunto de imóveis dos quais se obteve os valores de locação.

O aluguel que mais baixou – 26,39% – foi o de casas de 3 dormitórios situadas em bairros da zona E: o valor caiu de R$ 872,22 em maio para R$ 642 em junho. A maior alta foi a dos apartamentos de 2 dormitórios situados em bairros da zona B, como Chácara Flora, Alto da Lapa, Consolação – o aluguel médio aumentou 27,58%, passando de R$ 932,50 em maio para R$1.189,66 em junho.

Foram devolvidos às imobiliárias 618 imóveis, o equivalente a 58,75% do total de novas locações. Esse índice é 39,15% maior que o apurado em maio, que foi de 42,22%. O índice de inadimplência das imobiliárias consultadas aumentou 2,5% ao passar de 4,80% em maio para 4,92% em junho.

O número de ações judiciais apresentadas nos fóruns da Capital cresceu 24,06% – foram 4.620 ações em junho e 3.724 em maio. As ações consignatórias pularam de 11 para 21 (+ 90,91%), as de rito ordinário aumentaram de 138 para 211 (+ 52,9%), as de rito sumário evoluíram de 1.860 para 2.342 (+ 25,91%) e as propostas por falta de pagamento somaram 1.994 em junho, 20,92% a mais que as 1.649 de maio. Só as ações renovatórias diminuíram: de 64 para 52, queda de 18,75%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.