10/10/2008

Imóveis da Granja Viana rendem 53% em cinco anos

Fonte: Jornal da Tarde

É o que se pode chamar de ‘negócio da China’: imóveis na Granja Viana estão longe de crise

Mesmo após anos de exploração imobiliária, a Granja Viana (região cuja maior parte está instalada no município de Cotia, a 20 minutos do Centro de São Paulo) continua a atrair investimentos de alto padrão. Atualmente, grandes empresas do setor estão investindo em condomínios horizontais na área, além dos loteamentos. E a explicação para a aposta na região é a capacidade de valorização dos imóveis no local: 53% de 2003 até o primeiro semestre deste ano, de acordo com uma pesquisa realizada pela imobiliária Gasparian.

“Os imóveis comercializados na Granja Viana estão cada vez mais valorizados. Hoje, a região oferece toda a infra-estrutura necessária para se viver aqui e não há mais necessidades de ir para São Paulo”, comenta Sérgio Gasparian, que atua no setor imobiliário na área há 17 anos.

Para os próximos dois anos, a expectativa é que a valorização dos imóveis dobre, ancorado na conclusão do trecho Sul do Rodoanel e de um shopping no local, ambos previstos para 2010. “Acreditamos que a região deve se tornar ainda mais atrativa e terá uma velocidade rápida de venda. Em dois anos, a demanda deverá ser maio do que a oferta”, analisa Fabio Romano, diretor de incorporação da Gafisa. “Hoje, a Granja Viana é um local consolidado, com bons serviços, colégios e grandes redes supermercadistas”, avalia Sergio Beccaria Canton, gerente de desenvolvimento imobiliário da consultoria Fernandez Mera, apontando as vantagens da infra-estrutura do bairro.

Um dos empreendimentos da consultora imobiliária, o Golf Village, teve sua primeira fase lançada em 2003 com o preço de R$ 170 o m² dos terrenos. Hoje, o preço não sai por menos de R$ 300. Outro empreendimento, o Palm Hills, vendeu 300 lotes em dez dias e deve ter uma segunda edição. O da Gafisa, situado na área mais nobre da Granja, iniciou suas obras este mês e já tem 50% vendido.

Para o diretor de atendimento da Lopes, Cyro Naufel, redescoberta da Granja Viana veio junto com a consolidação da área e do trecho Oeste do Rodoanel. “Hoje, não é mais um local distante da Capital. O público do Butantã, Morumbi e cidades do entorno tem procurado a área pela qualidade de vida que ela oferece”, comenta.

Os especialistas também apontam que essa seja a hora para quem quer investir em imóveis.No miolo da Granja, como se conhece a parte mais antiga e nobre do bairro, o m² de imóveis pronto custa a partir de R$ 3,5 mil. Já nas áreas mais afastadas, o preço chega a R$ 2 mil.

Lançamentos:
Raízes da Granja Viana
Condomínio de casas de 215 m2 e 294 m2. O terreno do empreendimento tem 40.250 m2 e contará com área de lazer completa. Preços entre R$ 600 mil a R$ 1,1 milhão. Previsão de entrega em 2010.Endereço: Rua General Fernando Vasconcelos Cavalcanti de Albuquerque, Km 23 da Rodovia Raposo Tavares. www.gafisa.com.br/raizes

Porto Seguro
Sobrados em um condomínio fechado com área total de 34.684,90 m2, com espaço de lazer completo. São três opções de imóveis, com área privativa entre 82,46 m2 e 117m2. As obras foram iniciadas este mês. Financiamento com mensais a partir de R$ 374. Endereço: Estrada do Capuava, 2.451. www.tecnisa.com.br

Village Wimbledon
São 57 casas de quatro dormitórios, com duas vagas de garagem em um residencial de 10.300 m2. O condomínio contará com lazer completo. Endereço: Rua Mesopotâmia. www.mrv.com.br

Reserva da Natureza
Condomínio vertical na parte urbana de Cotia, com lazer completo. São sete prédios de quatro andares, com apartamentos de dois e três dormitórios e uma vaga de garagem. Metragem de 45 m2 a 63,5 m2, com entrega para agosto de 2010. Preço a partir de R$ 82.140, com parcelas a partir de R$ 190. Endereço: Avenida Antônio Mathias de Camargo, 1.999, Jardim Petrópolis. www.reservanatureza.com.br

A Granja não pára de crescer

Englobando partes de quatro municípios na região de Cotia, o bairro continua em expansão.

O limites do que se conhecia como Granja Viana – antigamente área entre os km 22 e Km 24 da Rodovia Raposo Tavares – vão muito além do que o município de Cotia, onde está a maior parte. Hoje, o ‘bairro’ já se estende até o Km 30 da estrada e abrange também municípios de Jandira, Carapicuíba e Embu.

A Granja Viana ‘Expandida’, como é chamada atualmente, está levando empreendimentos para todo o eixo da rodovia até a parte urbana da cidade de Cotia, incluindo a valorização imobiliária. “Esse entorno da área mais nobre ainda tem terrenos com bom preço e pode oferecer empreendimentos de médio padrão com a mesma infra-estrutura da parte mais nobre do local”, comenta Marcelo Moralles, diretor de Produtos da Tecnisa.

Entre os lançamentos da construtora no local estão condomínios de casas de três dormitórios. A empresa também vai investir em outro empreendimento na parte urbana do município que incluirá casas de dois e três dormitórios e apartamentos. “Com a revitalização da Rodovia Raposo Tavares e infra-estrutura da Granja Viana, Cotia também virou alvo”, explica Moralles.

A Itaplan é outra construtora que está investindo na área, tanto para empreendimentos de alto padrão quanto para um consumidor de menor renda. “Tem imóvel de R$ 70 mil a R$ 1 milhão. Esse mix na área faz com que a velocidade de venda dos empreendimentos seja muito rápida”, afirma Fábio Rossi Filho, diretor da construtora.

O projeto atual está localizado próximo à região central do município, com apartamentos de dois e três dormitórios. “Já investimos em casas e estamos trabalhando com condomínios verticais na região. Acredito que o Rodoanel conseguiu dar uma nova visão para essa área da Grande São Paulo”, diz o diretor.

Além dos empreendimentos novos, o comércio de usados tem apresentado bons resultados em todo esse eixo da rodovia. Segundo Sérgio Gasparin, da Gasparin Imóveis, com a melhora dos acessos para a Granja e entorno, os imóveis no local estão mais competitivos e acessíveis. “Quem trabalha na região pode fazer a opção de morar aqui em vez de Alphaville, por exemplo, conseguindo imóveis melhores com um preços menores”, conta.

Além do investimento em empreendimentos residenciais, os terrenos após a parte nobre da Granja Viana e nas margens da rodovia também estão sendo disputados com empresas interessadas em construir galpões industriais para abrigar grandes empresas. Os condomínios industriais começam a surgir na região como uma opção de investimento das incorporadoras.

Em breve, um grande shopping

O Shopping Granja Viana já teve suas obras iniciadas e está prometido para junho do próximo ano. O centro de compras ficará na área nobre do bairro, às margens da Rodovia Raposo Tavaress, e pretende atender ao público de alta renda da região, além dos moradores da Zona Oeste da Grande São Paulo.

O empreendimento é da BRMalls, empresa de investimentos em centros comerciais, e aposta nos mais de 100 mil moradores da Granja, que moram nos cerca de 130 condomínios da região. Ao todo, o público prospectado é de 600 mil habitantes daquele entorno, com um potencial de consumo de R$ 1,6 bilhão.

O edifício terá três pavimentos, com uma área bruta locável de 27 mil m². Serão cinco lojas âncoras, seis megalojas e 120 lojas satélites, além de cinemas, boliche, área de serviços e conveniência e 1.300 vagas de estacionamento.

Na mesma área do shopping foi inaugurado recentemente um WalMart, além de ter em frente um Pão de Açúcar, McDonalds e vizinhos como Habbibs, o Colégio Rio Branco e o centro comercial da Granja, que apresenta estrutura de bancos, restaurantes, lojas e serviços para a população local.

A expectativa é que o empreendimento abrigue lojas de grife para atender à população local, tirando o público dos shoppings Eldorado, Iguatemi e Villa-Lobos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.