08/04/2009

Imóveis usados com desconto

Fonte: Jornal EXTRA

Mutuário com o rendimento de até R$ 2.325 procura o banco para pedir financiamento de um imóveil usado, o valor utilizado na simulação do crédito já aparece com desconto

Apesar de não contemplar imóveis usados, o pacote habitacional “Minha casa, minha vida”, lançado no fim do mês passado pelo governo federal, não extingui o desconto na compra de unidades de segunda mão para famílias que ganham até cinco salários mínimos (R$ 2.325). A Instrução Normativa (IN) 13, publicada ontem no Diário Ofiical da União – que ajusta os recursos do FGTS no pacote – manteve o subsídio até R$ 6 mil para a compra de imóveis usados por essa faixa de renda.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o desconto é automático. Ou seja, quando um mutuário com o rendimento de até R$ 2.325 procura o banco para pedir financiamento de um imóveil usado, o valor utilizado na simulação do crédito já aparece com desconto. Numa unidade de R$ 100 mil, por exempo, o cliente vai financiar cerca de R$ 94 mil, uma vez que a Caixa já financia 100% do valor do imóvel desde o ano passado.

FÓRMULAS – A IN 13, do Ministério das Cidades, publicou ainda as fórmulas que deverão ser utilizadas para cálculo dos subsídiios previstos no pacote habitacional. Até três salários mínimos (R$ !.395), o subsídio é único (R$ 16 bilhões, para o total de beneficiários). De três a seis (R$ 1.395 a R$ 4.650), os subsídios vão de R$ 2 mil a R$ 23 mil por imóvel, dependendo da renda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.