30/10/2006

Imóvel cuidado tem preço melhor

Fonte: O Estado de S. Paulo
Tiago Queiroz/AEZap o especialista em imóveisConservação – É bom deixar o imóvel bem conservado e lembrar que até o jardim faz parte do bem

Além disso, é preciso manter toda documentação em ordem, pagar todos os impostos para não desvalorizar o bem Problemas mais comuns estão nos pisos, sistemas hidráulico e elétrico Para o diretor da Lopes Consultoria de Imóveis, Tomas Salles, o problema de uma casa mal conservada é tratada da mesma forma que um veículo. “O carro usado, se melhor conservado, tem um preço melhor”, afirma Salles.

Além da necessidade de manter o imóvel em bom estado, Salles lembra que, relacionada, está a documentação. “Tem de manter os impostos e taxas em dia, deixar o imóvel regularizado, pois tudo faz perder o valor”, afirma.

Outro problema ocasionado pela conservação é também a ociosidade do bem. O gerente geral de gestão patrimonial da Itambé Planejamento e Administração Imobiliária, Alexandre Dalmaso, conta que em sua carteira giram cerca de 10% de imóveis degradados. “Se o imóvel não tiver no preço de mercado e boas condições, não aluga. A oferta é grande.” Dalmaso diz que entre os problemas observados, os mais comuns são relacionados a piso, carpete, sistema hidráulico e elétrico. Muitos, afirma ele, podem ser resolvidos com uma limpeza. “Hoje fazemos um trabalho de conscientização junto ao proprietário, para mostrar que uma boa limpeza, uma boa pintura, deixa o imóvel com aspecto visual positivo.” Uma das soluções para imóveis em estado de conservação delicado é negociar um abono. Isto quando não há outra escolha porque o consumidor gostou do local, prédio ou ponto comercial. Neste momento a alternativa, na avaliação da gerente de locação e vendas da Lello, Roseli Hernandes, é tentar um acordo. “Por exemplo, supondo que é preciso consertar um problema de umidade nas paredes e com isso vá gastar R$ 2 mil”, exemplifica. “Pode-se aí combinar com a administradora e ter um abono por algum tempo, proporcional ao valor gasto na reforma.

Mas há a responsabilidade de corrigir o problema, pois passado o período, uma equipe vai constatar se houve a correção.” Outra possibilidade é a de optar por um desconto no aluguel mensal e assim o inquilino não faz o conserto e paga mais barato a mensalidade. “O proprietário sempre tem de abrir mão de algo em função do defeito”, diz Roseli. “Ele também deve ter consciência de que o imóvel tem uma depreciação natural e, com pouco investimento, pode manter o imóvel em ordem e atualizado, melhorando a renda do aluguel e a velocidade da negociação”, ressalta.

Curtas Reajuste SFH

Os contratos de financiamento imobiliário vinculados ao Plano de Equivalência Salarial por Categoria Profissional, nas modalidades plena e parcial, terão, em agosto, reajuste de 5,30%. Esse índice vale para quem tem data-base para aumento salarial em junho e defasagem de 60 dias para repasse às prestações. Quem tem data-base em julho e defasagem de 30 dias terá reajuste de 5,42%.

Justiça

De acordo com a pesquisa Secovi-SP, feita no Tribunal de Justiça, o volume total de ações locatícias distribuídas na capital registrou, em junho, 2.212 ações, o que representa um aumento de 5,13% em relação a maio.

Segurança

A VPN Tecnologia desenvolveu o VPN Monitoramento – um sistema de onde a conexão entre o local protegido e a central de monitoramento remoto é checada a cada minuto, seja a central de alarme ou sistema de imagens. Informações (0–11) 4226-3535.

Fachada

A empresa Kiir desenvolve retrofit com perfis de alumínio sobre a fachada antiga do prédio com custo que equivale a cerca de 35% do custo de uma substituição total de fachada. A aplicação deste produto é recomendada para prédios com mais de 20 anos, quando se fazia fachada cortina convencional. Informações: Kiir (0–11) 4612-5000

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.