26/05/2011

Índice de custo da construção da FGV aumenta para 8,18% em doze meses

Fonte: O Globo

O Índice Nacional de Custo da Construção-M (INCC-M), que reajusta as parcelas de compra do imóvel na planta até a entrega das chaves, avançou 8,18% nos últimos doze meses, contra variação positiva 6,06% do mesmo período do ano anterior. Após a conclusão da obra, o valor do imóvel passa a ser atualizado pela taxa de juros da instituição credora.

Em maio, o indexador registrou forte variação, de 2,03%, acima do resultado do mês anterior, de 0,75%. A alta foi puxada pelos custos mais elevados da mão de obra, apontou pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O indicador relativo à mão de obra aumentou 3,70% neste mês, seguindo uma alta de 1,16% em abril. Com elevação mais modesta, o grupo Materiais, equipamentos e serviços apresentou incremento de 0,45%, seguindo ampliação de 0,36% no mês passado.

No acumulado do ano, o INCC-M subiu 4,04%. Em 12 meses, houve elevação de 8,18%.

Quatro capitais apresentaram aceleração no mês: Brasília, Belo Horizonte, Recife e São Paulo. Em sentido oposto, Salvador, Rio de Janeiro e Porto Alegre tiveram desaceleração.

LEIA MAIS:

Conheça os cinco prédios residenciais mais representativos do estilo art déco

Projeto de casa modular ajuda pessoas que são desalojadas em desastres naturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.