03/08/2011

Índice FipeZap registra nova desaceleração na alta dos preços dos imóveis

Fonte: ZAP Imóveis

Em todo o País, o valor médio do metro quadrado subiu 17% no acumulado do ano, segundo o índice composto de preços FipeZap

Os preços dos imóveis, segundo o índice FipeZap, subiram 2,1% em julho. No entanto,  esta variação representa a terceira desaceleração consecutiva do ano, já que em abril, maio e junho as taxas foram respectivamente 2,7%, 2,6% e 2,3%.

(Foto: Divulgação)
Em São Paulo, os preços anunciados subiram em média 17% neste ano (Foto: Divulgação)

Os municípios de São Paulo e do Rio de Janeiro registraram aumento nos preços anunciados de 2,2% e 2,6% respectivamente. No acumulado de 12 meses, a maior variação ocorreu no Rio de Janeiro (43%). Em seguida, aparecem São Paulo (29%), Recife (28%), Belo Horizonte (27%) e Fortaleza (15%). No ano, o Rio de Janeiro também lidera a alta (23%), seguido de Recife (19%) e Belo Horizonte (18%). Em São Paulo, os preços anunciados subiram em média 17%.

Preço do metro quadrado – Desde janeiro de 2008, em São Paulo, o preço anunciado do m² subiu em média 106% em São Paulo e 132% no Rio de Janeiro. Na capital Paulista, a região do Ibirapuera e Vila Nova Conceição ultrapassou o Jardim Paulistano e passou a ter o maior preço por m² anunciado.

Considerando os bairros pesquisados, o preço médio do m² em julho deste ano 2011 ficou entre R$ 7.748 (Distrito Federal) e R$ 3.411 (Salvador). Em São Paulo, foi de R$ 5.571 e no Rio de Janeiro, R$ 6.745. Na média das 7 regiões pesquisados pelo índice FipeZap, o valor do m² anunciado foi de R$ 5.722.

LEIA MAIS:

Preços dos imóveis residenciais registram aumento médio de 14,6% no primeiro semestre

Imóvel de três dormitórios tem a maior alta no ano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.