04/06/2013

Índice que mede confiança dos empresários da construção recua 4,3% no trimestre encerrado em maio de 2013

Índice que mede confiança dos empresários da construção recua 4,3% no trimestre encerrado em maio de 2013

Fonte: Revista do ZAP

Houve avanço tanto do grau de satisfação com a situação presente da atividade como das expectativas em relação aos meses seguintes

O Índice de Confiança da Construção (ICST) apresentou queda de 4,3% no trimestre encerrado em maio de 2013, em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Esse é o segundo mês consecutivo em que o indicador evolui favoravelmente nesta base de comparação. Em março e em abril, a variação internanual do indicador trimestral foi -7,9% e -6,6%, respectivamente.

Houve avanço tanto do grau de satisfação com a situação presente da atividade como das expectativas em relação aos meses seguintes. A variação interanual trimestral do Índice da Situação Atual (ISA-CST) passou de -9,1% em abril para -7,1% em maio. A variação do Índice de Expectativas (IE-CST) passou de -4,5% em abril para -1,9% em maio.

Dos 11 segmentos pesquisados, sete apresentaram melhora, com destaque para as obras viárias, cuja variação interanual do índice de confiança trimestral passou de 1,2% em abril para 4,8% em maio. A preparação de terreno passou de -12,1% para -7,5% no mesmo período, as edificações foram de -6,8% para -4,1% e as obras de arte especiais passaram de -5,9% para -3,5%.

Das 701 empresas consultadas, 21,9% avaliaram que o nível de atividade aumentou no trimestre terminado em maio, contra 25,6% no mesmo período de 2012, já 19,3% reportaram que a atividade diminuiu (contra 16,3% em maio de 2012).

O quesito que avalia a demanda prevista para os próximos três meses foi o de maior influência na melhora do IE-CST. A variação interanual trimestral passou de -3,6% em abril para -0,6% em maio. A proporção de empresas prevendo aumento na demanda no trimestre encerrado em maio foi 35,7%, contra 36,3% há um ano, enquanto a parcela das que esperam redução chegou a 5,7%, contra 5,5% em maio de 2012.



Leia mais:
>> Custo da construção registra ligeira alta em maio de 2013, segundo FGV
>> Custo da construção civil tem aumento de 0,69% em abril de 2013
>> Índice de Custo da Construção tem alta de 0,84% em abril de 2013

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.