20/06/2012

Indústria de eletroeletrônicos pede prorrogação de redução do IPI para linha branca

Indústria de eletroeletrônicos pede prorrogação de redução do IPI para linha branca

Fonte: Revista do ZAP

Representantes da indústria de eletrodomésticos querem a continuidade da desoneração de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos como máquinas de lavar e geladeiras

Representantes da indústria de eletrodomésticos pediram ao Ministério da Fazenda nesta quarta-feira, 20 de junho de 2012, a continuidade da desoneração de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos da linha branca (máquinas de lavar, geladeiras, fogões e tanquinhos). Anunciado no fim de 2011, o benefício está previsto para acabar no dia 30 de junho de 2012.

O presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, fez o pedido ao secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. Segundo ele, Barbosa pediu que o setor apresente um estudo sobre o desempenho das vendas que justifique a prorrogação do benefício em um novo encontro, ainda sem data marcada.

Caso a desoneração seja estendida, esta será a segunda prorrogação do benefício fiscal. Originalmente, o desconto de IPI para a linha branca acabaria no fim de março de 2012, mas foi estendido por três meses. Na época em que foi anunciado, o incentivo tinha como objetivo estimular as vendas de eletrodomésticos no Natal.

Desde dezembro de 2011, a alíquota sobre os fogões, que pagavam 4% de IPI, está zerada. O imposto foi reduzido de 15% para 5% para as geladeiras e de 20% para 10% para as máquinas de lavar. A alíquota sobre tanquinhos, que era 10%, também caiu para zero.


Leia mais:
>> Governo eleva IPI de aparelhos de ar-condicionado e micro-ondas para proteger indústria
>> Redução do IPI ajuda a repaginar a casa
>> Indústria de móveis pode ter redução de IPI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.