08/10/2006

Inflação da construção cai e vai para R$ 562,30

Fonte: O Estado de S. Paulo

Em julho a variação foi de 0,41%, contra 0,52% apurada tanto em junho quanto no mesmo período do ano passado

Monica Zarattini/AEA mão-de-obra teve alta de 0,58%, respondendo por R$ 238,14 da média total

A inflação do Índice Nacional da Construção Civil caiu em julho, tomando como base junho. A informação, divulgada nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que a taxa passou de 0,52% para 0,41% entre os dois meses. A mesa diferença – de 0,11

ponto porcentual – foi vista quando se comparado o resultado ao do mesmo período do ano passado. Em reais, o custo nacional por metro quadrado ficou em R$ 562,30.

Conforme o instituto, a taxa acumula variação de 3,53% no ano e de 5,07% nos últimos 12 meses. A mão-de-obra teve alta de 0,58% e manteve resultado próximo ao de junho (0,61%), em R$ 238,14. Os materiais tiveram forte desaceleração na passagem dos indicadores, de 0,46% para 0,28%, respondendo por R$ 324,16.

No ano, a parcela dos materiais acumula taxa de 2,16% e nos últimos 12 meses, de 3,90%. Para a mão-de-obra, as variações acumuladas foram 5,45% no ano e 6,71% em 12 meses.

Regiões

Em termos regionais, o Sul apresentou a maior alta (0,92%) no índice. A variação de 0,83% no Norte resultou da pressão exercida pela taxa do Amazonas, também pressionada por acordo.

Os demais resultados regionais, todos abaixo do índice nacional (0,41%), foram: 0,32% no Nordeste, 0,27% no Centro-Oeste e 0,23% no Sudeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.