25/11/2011

Inflação encarece o fim de ano na praia

Fonte: Jornal da Tarde
Locação no litoral (Foto: Divulgação)

Quem pensa em aproveitar as festas de fim de ano no litoral de São Paulo deve preparar o bolso. Isso porque os aluguéis de casas e apartamentos para temporada estão até 47,14% mais caros do que em 2010, caso de apartamentos em Ubatuba e Caraguatatuba.

Os dados são da pesquisa do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-SP), para apartamentos com dois quartos. Em 2010, a diária médias dessas unidades era de R$ 350. Este ano, o valor médio é de R$ 515 por dia.

O mesmo tipo de imóvel de veraneio em Praia Grande, Peruíbe e Itanhaém – cidades do litoral sul do Estado de São Paulo – ficou 35,83% mais caro no período. No ano passado, o preço da diária era, em média, de R$ 300. Hoje, o valor está em R$ 407,50.

Na Baixada Santista, os proprietários de unidades em Santos e Guarujá reajustaram em 32,39% os aluguéis para esta temporada. O preço médio da diária subiu de R$ 352,50 para R$ 466,67.

“São os tipos de imóveis com maior procura. E a demanda não para de crescer. Isso provoca reajuste de preços”, diz o presidente do Creci, José Augusto Viana.

Uma fonte da imobiliária BS Imóveis, no Guarujá, confirma os reajustes, que batem nos 40%. Ele cita como exemplo apartamentos de um dormitório, cuja locação diária saía por R$ 250 no Ano Novo de 2010 e neste ano, deve custar pelo menos R$ 350.

Outra fonte, desta vez da imobiliária Tô Aqui Imóveis, em Santos, aponta que condomínios sofisticados, com mais segurança e área comum, impulsionaram o aumento dos aluguéis na região.

Por outro lado caiu 45,56% o preço de apartamentos com um quarto no litoral norte e 41,67% o aluguel de casas de dois cômodos na Baixada Santista. Para o presidente do Creci, a queda de preços reflete o aumento da oferta de imóveis do tipo nessas regiões.

A procura por unidades para temporada começa cada vez mais cedo e faz com que, aproximadamente a um mês do Ano Novo, restem poucos imóveis mais em conta. “Tenho apenas opções a partir de R$ 500 por dia. Residências com diárias de R$ 200 já foram alugados”, admite a empresária Luciana Cajuella, sócia da Lis Imóveis, em Caraguatatuba.

Descontos – Quem preferir esperar janeiro para alugar um imóvel na praia pode conseguir descontos, de acordo com o tempo de locação.

“O aluguel durante uma semana pode ter redução de 10% do preço”, diz Luciana.

A maioria das locações para o Ano Novo é feita na forma de pacote, este ano, de três dias, no mínimo. E, antes de assinar o contrato, é importante estar atento ao número de hóspedes permitido na residência.

LEIA MAIS:

Aluguel na praia no feriado da República varia de R$ 165 a R$ 2 mil em SP

Cuidados ao alugar um imóvel para temporada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.