25/10/2010

Informar bem é dever do síndico

Fonte: Jornal da Tarde

Decisões importantes, reformas, serviços essenciais e eventos. Tudo o que se refere ao condomínio é de interesse dos moradores. E para fazer com que mensagens importantes cheguem a todos, os síndicos lançam mão de vários recursos. O quadro de avisos é o mais tradicional e deve trazer informações gerais, algumas obrigatórias.

“No quadro de avisos devem aparecer aquelas informações importantes como Relatório de Inspeção Anual (RIA) do elevador, Guia da Previdência Social e Auto de Verificação do Corpo de Bombeiros”, explica Sérgio Meira de Castro Neto, diretor de Condomínios do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). “Outros avisos imprescindíveis são os de desinsetização e limpeza de caixa d’água e todo tipo de manutenção que interessa ao prédio, como para-raios”, acrescenta o especialista.

Além disso, Castro Neto ressalta que cada conjunto – seja ele residencial ou comercial – deve publicar todas as informações relevantes à realidade do local. “Muitos condomínios, em prol da segurança, divulgam lista com foto, nome e cargo dos funcionários para que os moradores identifiquem todos aqueles que transitam pelo ambiente”, diz o executivo do Secovi.

O único aviso obrigatório é sobre as assembleias. “Todos os moradores têm de ser avisados das assembleias, seja por meio do mural de avisos ou por meio de circulares entregues em cada uma das unidades do edifício”, afirma Vânia Dalmaso, gerente geral de Atendimento da Itambé Condomínios. “É importante, em primeiro lugar, para que todos tenham ciência das atividades do condomínio e também em caso de fiscalização”, diz.

A localização do quadro de avisos é importante e depende da dinâmica dos condôminos. “Geralmente os avisos são colocados nos halls de entrada de cada prédio, mas também é preciso reforçar a comunicação nas garagens, pois muitos moradores só entram e saem de carro”, explica a especialista.

Além do quadro de avisos, o elevador é um excelente local para passar informação. “É mais provável que a maioria dos condôminos leia um aviso de assembleia colocado no elevador”, diz Omar Anauate, diretor de Condomínio da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic). Na opinião de Vânia Dalmaso, porém, os síndicos devem ter cuidado ao divulgar informações nos elevadores. “Em nome da segurança, não é recomendável expor a agenda do condomínio, pois muitas pessoas de fora circulam por ali.”

1 Comentário

  1. Estou desesperada pois a impressao que tenho acessando sites sobre leis dos condominios e que nós moradores da CDHU nao temos acesso as leis para nos orientar e defender,vivo em “condomínio favela” onde quem grita mais alto é mais priveligiado!?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.