06/03/2014

Insira esteiras de praia na decoração

Confira as dicas de dois arquitetos sobre onde e como usar

Fonte: ZAP Imóveis

Para os amantes de praia, nada como trazer um pouco deste clima para a decoração. As esteiras são modernas e versáteis e podem ser utilizadas na cor natural ou tingidas.

Insira esteiras de praia na decoração
Esteira nas cortinas e no tapete (Fotos: Divulgação)

Na opinião do arquiteto Augdan de Oliveira Leite, há esteiras muito bonitas que ele usaria até para revestir uma parede. “É possível descolorir a esteira para que fique com tom de barbante, o que fica bem natural. Fica bom para uma casa mais rústica ou de praia”, explica.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

“Nas paredes, a cada emenda de esteira você pode colocar uma ripa de madeira. Fica bonito”, aconselha.
No entanto, ele alerta que é preciso fazer limpeza constante na esteira por causa de insetos. A arquiteta Thais Lacialamella recomenda limpar com um espanador, um aspirador ou uma flanela seca.

“Já vi esteiras até no teto. Foram colocadas as vigas principais, forrou-se o teto com a esteira e foi feito o fechamento com as ripas e depois o telhado”, diz Augdan. Outra sugestão do arquiteto é fazer um painel para a parede ou usar a esteira para fazer o fechamento de um ambiente, como cortina.

A esteira pode ser usada na cor natural para deixar o ambiente rústico. Para criar um clima mais arrojado, pode-se pintá-la de branco. “No fundo deve ser feita impermeabilização e depois se passa a tinta. Dura uns 12 anos, desde que não tenha umidade na parede”, alerta o arquiteto.

Insira esteiras de praia na decoração
Esteira usada para reformar móvel antigo

Além da esteira de praia, Thais explica que há empresas que utilizam a palha como matéria-prima de seus revestimentos. Ela pode ser natural ou sintética. “O efeito é o mesmo, mas com mais opções”, avisa.

Insira esteiras de praia na decoração
Painel de palha dá charme ao quarto

Segundo Thais, a palha pode ser utilizada para revestimentos em geral, como papel de parede, muros, piso de varanda, teto, abaixo de cobertura de vidro, móveis e vasos. “Ou também como cortina, suporte para vasos de parede, cabeceiras de camas, tapetes ou caminhos de mesa”, diz. Segundo ela, qualquer destas formas de uso dará maior integração do ambiente com a natureza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.