19/12/2003

Jardim de idéias

Fonte: Editoria Zap

Zap o especialista em imóveis
O espaço restrito pede uma combinação perfeita de pedras, pisos e espécies.
Zap o especialista em imóveis
Em cada espaço do jardim, que começa na entrada, passa pela lateral e termina nos fundos do terreno, a equipe da paisagista Elza Niero colocou em prática uma idéia criativa. Logo na fachada, foram criadas ondulações no solo para dar movimento e um novo formato para o gramado. Algumas bromélias garantem o toque tropical do jardim. Os vãos entre os degraus da escada, que dá acesso à casa, ganharam graça com as pequenas flores lilases e brancas da falsa-érica, uma forração perene.

Zap o especialista em imóveis 

No corredor lateral, que leva aos fundos da casa, a grama foi substituída por seixo rolado, para que o local possa servir de passagem. “Utilizamos um separador de canteiro, para evitar que a vegetação invada o desenho do caminho”, explica Elza, que utilizou ainda camélias, antúrios, clúsias e a Heliconia rostrata, entre outras.

 

Zap o especialista em imóveis

No local, também há um muro de pedras que foi “suavizado” com a colocação de alguns quadros de bromélias. “O detalhe é que as placas de xaxim não ficam aparentes, pois estão ‘dentro’ do muro”, comenta a paisagista.

 

Zap o especialista em imóveisBarulhinho de água na cascata

O jardim dos fundos é o que abriga o maior número de espécies. “Aqui, os moradores queriam também uma piscina e um spa”, diz a paisagista. Além disso, foi feita uma cascata, sendo que em suas laterais duas jardineiras comportam as flores da Heliconia psittacorum e da alamanda. Às primaveras, foi dada a função de subir até alcançar o gradil, colocado sobre as paredes, para que cubram toda a lateral. “A trepadeira ameniza a altura do local, tornando-o mais aconchegante”, finaliza Elza.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.