19/12/2003

Jardim sofisticado

Fonte: Editoria Zap

Zap o especialista em imóveis 
Quando a paisagista e agrônoma Adriane Muratt conheceu o jardim da cantora sertaneja Sula Miranda, em um condomínio em São Paulo, encontrou a seguinte situação: 98 metros quadrados de gramado. Era natural que a artista e sua família quisessem um novo jardim. Mas, além disso, era consenso que houvesse também um espaço para lazer e para receber amigos com piscina, churrasqueira e uma queda d’água. Na foto, detalhe da cascata e da piscina aquecida.

Lançado o desafio, a prioridade era aproveitar todos os cantinhos. Para que o projeto fosse realizado da melhor maneira possível, a paisagista optou por integrar o jardim à sala de jantar. Assim, começou o trabalho substituindo a grama por um piso travertino (semelhante ao mármore), mais sofisticado. Segundo Adriane, a proximidade com o interior da casa e o trânsito constante de pessoas dificultariam o pleno desenvolvimento da grama.

Zap o especialista em imóveis 
Em um espaço restrito, a piscina foi construída junto à parede, da qual parte a queda-d’água. Moréias, nandinas, palmeiras-rápis, érica e mini-grama-preta enfeitam a jardineira que fica em uma das laterais da piscina. Outras plantas de formas esculturais, como a Cycas revoluta, o pinheiro kaisuka e os buxinhos arredondados valorizam o jardim e criam um ambiente harmônico. Pelas paredes, sobem trepadeiras, como a falsa vinha e a primavera. “Elas foram escolhidas para “diminuir” um pouco a altura do pé direito, tornando o ambiente mais aconchegante”, comenta a paisagista. A primavera – neste caso aparada com freqüência – ainda ganhou uma moldura ao redor (foto ao lado), que a valoriza no ambiente.

Zap o especialista em imóveisPara aproveitar o espaço, bar e churrasqueira se integram ao jardim

Sobre a lateral, que dá acesso ao interior da casa e abriga o bar e a churrasqueira, há uma laje, cujo chão foi desenhado com pedriscos e seixo rolado. Ali, a paisagista criou um jogo harmonioso com vasos em alturas diferentes, onde foram plantadas espécies pendentes, bambu-mossô e até uma jabuticabeira que, segundo ela, garante a visita de ilustres convidados no jardim: os passarinhos. Toda essa área é coberta por uma armação de vidro, que permite a entrada de luz. “A circulação do ar é possível graças às aberturas laterais no teto. Caso contrário, o jardim viraria uma estufa”, alerta Adriane.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.