27/08/2015

Lagoa é playground ao ar livre no Rio de Janeiro

Bairro reúne uma das maiores áreas de lazer a céu aberto do Rio de Janeiro

Fonte: Revista do ZAP

Os altos prédios residenciais construídos no bairro da Lagoa, nas avenidas Epitácio Pessoa e Borges de Medeiros, formam uma espécie de redoma em torno dos 7,5 km de extensão da lagoa Rodrigo de Freitas, que mantém conexão com o mar através de um canal, chamado de Jardim de Alah. Ali está uma das maiores áreas de lazer a céu aberto do Rio de Janeiro.

O bairro tem uma das maiores áreas de lazer a céu aberto (Foto: Alexandre Macieira/ Riotur)
O bairro tem uma das maiores áreas de lazer a céu aberto (Foto: Alexandre Macieira/ Riotur)

O espelho d´água da laguna e a vasta área verde do local são um convite para que moradores e turistas se exercitem. A qualquer hora do dia é possível ver pessoas fazendo ginástica, passeios de bicicleta, patins e skate, jogando futebol e meditando nos gramados.

O bairro de classe alta tem 21.198 moradores, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e está localizado na zona sul da cidade, entre Gávea, Ipanema, Copacabana e Jardim Botânico. Ainda segundo dados do IBGE, a renda média da população local é de R$ 8.286.

Vista aérea da Lagoa, Rio de Janeiro, Jardim de Alah (Foto: Divulgação)
Vista aérea da Lagoa, Rio de Janeiro, Jardim de Alah (Foto: Divulgação)

Além de ter a lagoa como cenário, moradores avistam de qualquer ponto a estátua do Cristo Redentor, no morro do Corcovado. O bairro “cartão-postal” tem um dos metros quadrados mais valorizados da cidade.

O ambiente é majoritariamente residencial. Os únicos comércios da região são postos de gasolina, bares, quiosques e restaurantes. No Shopping Lagoon há salas de cinema e uma casa de shows. Os clubes Piraquê, Militar e Monte Líbano realizam festas e eventos particulares. O conhecido curso de teatro Tablado também está lá. Se já não bastasse todo o lazer, há ainda o Parque da Catacumba. Com acesso gratuito, visitantes podem fazer caminhadas, piqueniques e praticar esportes radicais como tirolesa, escalada e rapel. A área de conservação ambiental foi inaugurada em 1970.

Lagoa (Divulgação/Riotur)
Lagoa é um bairro bem residencial e um dos cartões-postais da cidade(Divulgação/Riotur)

A rede de ensino é vasta. Há muitos cursos de línguas, colégios municipais, particulares e creches. Entre as escolas, as mais tradicionais são o Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e o Centro Educacional da Lagoa. Os principais hospitais do bairro são o Hospital Federal da Lagoa e o ProntoCor. Há ainda laboratórios e clínicas especializadas, como o Centro Pediátrico da Lagoa.

Várias linhas de ônibus passam pelas avenidas principais do bairro, com destino ao centro, zona sul e zona oeste. Em um canteiro central da avenida Epitácio Pessoa, o Metrô Rio constrói um acesso de saída. Na realidade, o acesso de Ipanema, da Praça General Osório, terá saída também para o bairro vizinho. Ali passará a linha 4 do metrô, prevista para o ano que vem.

Lagoa (Foto: Divulgação/Riotur)
É um dos metros quadrados   (Foto: Divulgação/Riotur)

A lagoa Rodrigo de Freitas, que dá nome ao bairro, já passou por várias transformações com os anos. Como está localizada entre a montanha e o oceano Atlântico, teve muitos de seus quilômetros aterrados para a passagens de vias e a construção de residências. O bairro, aliás, começou a ganhar forma na década de 20. As primeiras mansões e casarões apareceram depois da construção da avenida Epitácio Pessoa.

 

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.