08/01/2020

Leilão de apartamento decorado gera economia de até 90%

Itens, que vão desde móveis, eletrodomésticos e eletrônicos e utensílios, podem ser adquiridos por qualquer pessoa com preços atrativos

Fonte: ZAP em Casa

Leilão de apartamento decorado existe? Bom, os imóveis decorados fazem parte da estratégia de vendas das construtoras e a cada lançamento pelo menos um é totalmente montado. A questão é que depois de comercializar todos os apartamentos do empreendimento, as construtoras podiam até reaproveitar alguns itens dos decorados, porém outros acabavam sem destino e gerando um prejuízo para as construtoras.

Uma forma de gerar economia tanto para a incorporadora como também para os clientes foi a de leiloar os itens, desde móveis, eletrodomésticos e eletrônicos e utensílios, entre outros itens. Se de um lado gera a reposição de um investimento feito no início da obra, por outro resulta em uma economia de até 90% para quem está fazendo a compra. Saiba como funcionam os leilões de apartamentos decorados e as vantagens deste tipo de negócio. 

leilão de apartamento decorado
Para impressionar os compradores, os apartamentos decorados possuem itens assinados e exclusivos. (Foto: Shutterstock)

Leilão de apartamento decorado em alta

Com o mercado imobiliário em ebulição até 2014, houve um aumento no número de lançamentos imobiliários em todas as cidades brasileiras e, consequentemente, uma alta no investimento no estande. “As construtoras apostavam em móveis, eletrodomésticos e eletrônicos e utensílios e isso começou a se tornar um problema porque as construtoras estavam vendendo muito bem e esgotavam os apartamentos em poucos meses.

Então quando começava a obra do empreendimento, já não precisava mais daqueles itens do estande, tinha que pagar remoção, transporte e armazenagem. E esta última possibilidade não funcionava porque os itens se depreciavam e, para a próxima obra, os arquitetos já queriam outras coisas”, explica Henri Zylberstajn, leiloeiro da Sold Leilões. Então o leilão surgiu como uma opção para que as construtoras conseguissem economizar. “E, na outra ponta, os compradores têm a oportunidade de comprar os itens novos ou seminos com descontos de até 90%”, complementa. 

Henri Zylberstajn ressalta que a Sold Leilões chegou a realizar 400 leilões de apartamentos decorados por ano entre 2011 e 2013. “Nos últimos anos diminuiu a quantidade de lançamentos. As vendas estavam com baixa velocidade também e as construtoras guardavam o decorado para montar na obra. Mas no ano passado o mercado voltou a aquecer bem e fechamos 2019 entre 200 a 250 leilões em mais de 60 cidades do Brasil”, afirma.

O que comprar

Na hora de escolher quais itens vai comprar no leilão do apartamento decorado, não existe aqueles que são mais vantajosos, todos acabam se tornando uma boa oportunidade. “Tudo é bom para comprar, mas, dependendo do que for comprar, alguns geram um trabalho maior e outros menor. Se for comprar um abajur no leilão do apartamento decorado e ganhar, é só pagar e ir lá retirar por ser um objeto pequeno. Mas, se comprar um armário, além de comprar e buscar, tem que desmontar ou contratar mão de obra especializada. Porém, os itens que dão mais trabalho costumam ser os mais caros, então, em contrapartida, acaba economizando mais neles. O percentual e volume de economia são maiores”, ressalta o leiloeiro. 

O que é vendido

Tudo que está dentro do apartamento decorado costuma ser leiloado, com algumas exceções. “O leilão do apartamento decorado inclui tudo que não ofereça risco na hora da retirada. Por exemplo, não se vende a telha. Mas toda a parte de móveis, de eletro eletrônicos, de enfeites e utensílios, a parte de ar-condicionado e de vasos sanitários, isso tudo costuma ser incluído no leilão”, explica Henri Zylberstajn. 

leilão de apartamento decorado com itens da cozinha
Itens da cozinha costumam ser os mais pedidos e vantajosos. (Foto: Shutterstock)

Conservação

Uma questão importante diz conta sobre o estado de conservação dos itens que estão no leilão do apartamento decorado. “Uma grande parte está nova, que pode chegar a 50%. Os outros 50% está seminovo. Às vezes, quando são itens de incorporadoras voltadas para clientes de baixa renda, acaba reaproveitando o sofá em dois ou três estandes. Ele não vai estar velho, mas também não está novo”, pontua o leiloeiro. No final das contas, a economia depende do que será comprado no leilão do apartamento decorado. “Depende do tipo de ativo, mas, em média, os compradores economizam 50%. Algumas categorias, como eletrodomésticos, varia entre 10% a 20%. Outras, como armários, que pode chegar a 70%”, complementa. 

Como participar

O leilão de apartamento decorado é uma oportunidade para qualquer pessoa que deseje comprar alguns iten exposto nele. “Seja um cliente que comprou um apartamento da construtora ou outra unidade em outro empreendimento ou seja alguém que quer algum item para o seu próprio imóvel. Todos podem comprar no leilão”, explica Henri Zylberstajn. Ele acrescenta que, para participar, o processo é bastante simples. “A pessoa entra no site e faz um cadastro, ela tem a confirmação do cadastro e está apta para oferecer os lances. O leilão acontece de forma 100% online, mas existe a possibilidade de quem quiser ir até o local visitar, pode. Inclusive, é o recomendável porque os itens podem estar usados e a visita pode evitar uma dor futura”.

apartamento decorado
Vista de um apartamento decorado (Foto: Shutterstock)

Bom negócio

O leiloeiro Henri Zylberstajn ainda dá três dicas para fazer um bom negócio no leilão de apartamento decorado. “O primeiro conselho é que a pessoa interessada em participar deve ler o edital para analisar as condições de vendas, datas, horários e valores. O segundo é visitar para entender o estado dos itens. E o terceiro é fazer uma pesquisa prévia de preços porque vai ter conhecimento de quanto custa o item novo e estabelecer um limite máximo de valor que vai dar no lance para não ir na empolgação”, conclui. 

Para você:

+ Está pensando em financiar um imóvel?

+ Quer encontrar o seu novo lar?

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.