09/04/2009

Limite de financiamento da casa própria é ampliado no BB

Fonte: Jornal EXTRA

Mutuário poderá parcelar até 90% do valor do imóvel

Catorze dias após a autorização do Conselho Monetário Nacional, o Banco do Brasil é a primeira instituição a subir o teto do financiamento pelo Sistema Financeiro da Habitação e até 90% do valor do imóvel. Antes da mudança, o limite fixado era de 80%. Também subiu o valor máximo de avaliação do imóvel nos financiamentos, de R$ 350 mil para R$ 500 mil. Já o valor máximo a ser financiado passou de R$ 245 mil para R$ 450 mil.

Na prática, a classe média poderá usufruir das novidades: financiar imóveis de até R$ 500 mil (pelo SFH) com juros que antes eram restritos aos R$ 350 mil; além de poder utilizar o saldo do FGTS na compra dessas unidades – antes, o mutuário só podia usar o fundo em imóveis de até R$ 350 mil.

O Banco do Brasil informou ainda que passará a financiar imóveis com recursos do FGTS, que têm as menores taxas de juros. Nessa linha, com juros de até 8,16% ao ano, o banco irá operar apenas com imóveis novos, para faixa de renda de três a dez salários mínimos (R$ 1.395 a R$ 4.650).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.