14/01/2007

Limpeza deve ser freqüente

Fonte: O Estado de S. Paulo

Manutenção e tratamento da água das piscinas têm rotina rígida

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisPerfeito estado – Técnico Fábio Forlenza recomenda que vistoria comece pela bomba e pelo filtro

As piscinas dos condomínios devem passar por limpeza e manutenção freqüentes. Esses cuidados são essenciais para o conforto dos condôminos e visitantes que utilizam a área de lazer e, também, para evitar transtornos, principalmente no verão, quando a procura pela piscina aumenta nos prédios.

O trabalho começa pela verificação do filtro e da bomba. “É preciso que o maquinário esteja em perfeito estado e isso deve ser visto, de preferência, antes da entrada do verão”, afirma Fábio Forlenza, responsável técnico da empresa Hth – fabricante de produtos químicos para tratamento de água. Ele recomenda que o condomínio chame o serviço de alguma loja especializada para fazer a vistoria. Normalmente, esta visita é gratuita, informa o técnico. O ideal é que esta revisão seja feita pelo menos uma vez por ano.

Já a água requer cuidados constantes. A limpeza e o equilíbrio dos produtos químicos devem ser verificados periodicamente. O cloro, que promove a desinfetação, deve ser reposto a cada dois dias, no verão. O controle de pH deve ser feito uma vez por semana e o da alcalinidade, uma vez por mês.

Para manter a água limpa também há uma rotina rígida a ser cumprida. “A peneiração pode ser feita todo dia no verão”, diz Forlenza. Nela, é retirada a sujeira grossa que, normalmente fica em suspensão como insetos, cabelos, restos de comida e outros pequenos objetos. A aspiração pode ser feita a cada dois dias e a escovação, a cada 15 dias.

“Para isso, o condomínio deve ter os acessórios necessãrios, como um cabo de alumínio, aspirador, a peneira e a mangueira”, afirma o técnico.

Troca da água 

De acordo com o Forlenza, ao contrário do que muitos pensam, é desnecessário realizar a troca da água das piscinas. “Trocar só porque alguém acha que a água está há muito tempo na piscina não justifica, é desperdício”, afirma o técnico. Segundo ele, ao longo de um ano, apenas com o movimento natural das pessoas na piscina e da manutenção, toda a água vai sendo reposta gradativamente.”Como a água evapora e os banhistas saem molhados ou jogam gotas para fora, a piscina vai perdendo o líquido e toda semana tem de se completar o nível”, explica.

Ele recomenda o esvaziamento apenas em casos de manutenção nas paredes do tanque. “Se for para limpeza do rejunte ou para consertar o azulejo, tudo bem.”

Outra dica é a respeito do manuseio dos produtos químicos. “Os produtos não devem ser misturados entre si em um balde, porque pode gerar uma reação química com liberação de gás”, alerta.

Cuidados 

Todos os dias – O zelador ou faxineiro do prédio deve fazer a peneiração da piscina para tirar os resíduos em suspensão.

Dia sim, dia não – Deve ser feito o controle do cloro. Nos períodos de maior uso da piscina, a aspiração também deve ser feita a cada dois dias.

Uma vez por semana – O zelador ou funcionário treinado deve fazer o controle do pH e repor produtos químicos.

A cada 15 dias – Deve ser feita a aspiração da piscina.

Uma vez por mês – Técnico ou funcionário treinado deve fazer o controle da alcalinidade.

Uma vez por ano – Revisão da bomba e do filtro da piscina, por empresa especializada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.