26/10/2009

Linha branca: corte de IPI no fim

Indústria e comércio tentam, hoje, convencer o governo a manter a isenção fiscal

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para máquinas de lavar, geladeiras, fogões e tanquinhos entra em sua última semana. Em vigor desde abril, a medida possibilitou à indústria e ao varejo retomar as vendas desses bens duráveis, afetadas pela crise financeira internacional. Hoje, representantes do setor reúnem-se com o ministro da Fazenda, Guido Mantega na expectativa de que o corte seja prorrogado até o fim do ano.

O governo reduziu o IPI das máquinas de lavar roupa de 20% para 10%, das geladeiras de 15% para 5%, dos fogões de 5% para zero e dos tanquinhos de 10% para zero.

A presidente do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV) – entidade que abrange as principais varejistas do País – e do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, manifestou “otimismo” quanto à possibilidade de renovação da medida após encontro com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge.

O setor tentou sensibilizar o governo com a justificativa de que a prorrogação vai manter aquecido o mercado de trabalho da indústria da linha branca e do comércio, que é o segundo maior empregador do País. Na sexta-feira, Miguel Jorge voltou a dizer ser favorável à manutenção dos benefícios tributários concedidos aos produtos da linha branca. “A contratação de 6 mil empregados diretos e 28 mil indiretos pelas indústrias da linha branca compensou os R$ 300 milhões em desonerações”, afirmou. “Mas oficialmente sou contra a prorrogação dos benefícios. Eu sou contra até o dia em que a gente prorrogar.”

A Whirlpool, que reúne as marcas Brastemp e Consul, mantém desde o mês de maio uma taxa média de crescimento ao redor de 20%, ante queda de 6% nos quatro primeiros meses do ano. “Existe uma demanda muito grande sustentada pela redução do IPI”, disse seu diretor de Relações Institucionais, Armando Ennes do Valle Júnior.

ENCONTRE IMÓVEIS NO ZAP:

100.000 IMÓVEIS EM SÃO PAULO. CLIQUE AQUI E VEJA AS OFERTAS

45.000 IMÓVEIS NO RIO DE JANEIRO. CLIQUE AQUI E VEJA AS OFERTAS

LEIA MAIS:

BANHEIRO GANHA MAIS ESPAÇO PARA COMPENSAR A ROTINA DO DIA A DIA

IMÓVEIS BARATOS, MAS LUXUOSOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.