10/02/2010

Locação de imóveis cresceu 20% em 2009

Fonte: Revista ZAP

Para gerente da Lello, desempenho só não foi melhor em razão da escassez de unidades, o que deve mudar neste ano com a nova Lei do Inquilinato

Há escassez de unidades disponíveis para locação (Foto: Verônica Lima)
Há escassez de unidades disponíveis para locação (Foto: Verônica Lima)

Segundo a Lello Condomínios, o número de novos contratos de aluguel de imóveis residenciais cresceu 20% na cidade de São Paulo em 2009, na comparação com o ano anterior.

O valor médio do aluguel nas novas locações ficou em R$ 1.500,00 para imóveis residenciais e R$ 3.000,00 para imóveis comerciais, de acordo com o levantamento da empresa.

Para Roseli Hernandes, gerente geral de Locação e Vendas da Lello Imóveis, o desempenho do mercado de aluguéis residenciais no ano passado foi bom, mas a escassez de unidades disponíveis para locação, especialmente as de um e dois dormitórios, impediu um crescimento maior no número de negócios.

“O cenário de 2010 certamente será ainda mais favorável, já que a nova Lei do Inquilinato deve ajudar a ampliar a oferta de imóveis para aluguel. Já temos recebido, neste início de ano, muitas consultas de proprietários interessados em disponibilizar suas unidades para locação”, diz Roseli.

A região da Mooca respondeu por 20% das locações intermediadas pela Lello em 2009, seguida pela do Tatuapé, com 18%, e pela área de Santana, com 16%. Já a região dos Jardins representou 12% dos negócios da empresa na área de locação residencial, seguida por Moema, com 11%, Perdizes, com 10%, e Vila Mariana, com 8%.

LEIA MAIS:

AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE AS MUDANÇAS NA LEI DO INQUILINATO

EMPRESAS ALUGAM MÓVEIS PARA RESIDÊNCIAS NO RIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.