14/11/2012

Luxo e glamour movimentam o mercado imobiliário na serra gaúcha

Luxo e glamour movimentam o mercado imobiliário na serra gaúcha

Fonte: Revista do ZAP

Mais do que atrações turísticas para todas as idades, Gramado e Canela atraem moradores por conseguirem aliar qualidade de vida e bem-estar a exclusividade e requinte

Vila do Papai Noel, Natal Luz e todo o encantamento da festa mais iluminada e celebrada do Estado. Chocofest, chocolate e páscoa. No inverno, neve e temperaturas abaixo de zero. Festival de Cinema. Rua Coberta. Catedral de Pedra, cascata do Caracol. Minimundo, Museu do Automóvel e Mundo a Vapor. Hortênsias, muitas hortênsias. Atrações turísticas não faltam na serra gaúcha para justificar a visita de milhares de turistas que circulam por Gramado e Canela em qualquer estação do ano. Mas não são somente os visitantes esporádicos ou as reservas em hotéis e pousadas movimentam a cidade. O mercado imobiliário na Serra está cada vez mais aquecido com o aluguel e a compra de imóveis.

Marco Niclotti / Equipe de Desenvolvimento AurisPerspectiva de um dos apartamentos do edifício Michelangelo, em Gramado

 “Gramado é uma grife que se valoriza ano após ano, uma vitrine para o Brasil. As pessoas ficam atraídas pelo charme e requinte da cidade. Viver em Gramado ou poder aproveitar a qualidade de vida que o município oferece é um privilégio. Cada vez mais, nossa região se torna uma referência de bem-estar e qualidade de vida”, defende Marcelo Veloso, coordenador de vendas da Scalla Imóveis.

“Nos últimos cinco anos, houve um acréscimo de mais de 60% no valor de revenda dos imóveis. Em 2007, era possível encontrar apartamentos de dois dormitórios com suíte, no centro de Gramado, por R$ 290 mil. Hoje, o mesmo apartamento chega a custar mais de R$ 470 mil”, comenta o gerente comercial da Monte Verde Imóveis, Dirlei Swaizer.

Já o mercado de Canela tem características diferentes. Enquanto Gramado fica com o glamour, a cidade logo ao lado mantém o aspecto interiorano, sendo sinônimo de descanso e tranquilidade. Em sua maioria, quem tem interesse em adquirir um imóvel no município, normalmente casais em torno dos 40 anos, já têm segunda residência no litoral. No entanto, embora o comprador pareça não querer investir grandes quantias, os melhores e maiores condomínios de casas da região estão em Canela, segundo informações da Realiza Imóveis. E parte do mercado de luxo também.

Mercado em transformação
A procura por uma segunda ou terceira residência na Serra não é fato recente. Mas profissionais do mercado imobiliário identificam uma mudança nesse público. Alguns anos atrás, a preferência era por imóveis pequenos, sendo que o público era semelhante ao que procura por serviços de hotelaria.

Natália C. ZimmermannAmbiente de um dos apartamentos do Ed. Valle Enótria, em Gramado. A decoração colonial, alinhada com o “Estilo Gramadense”, não deixa de lado nem conforto, nem sofisticação.

“As pessoas queriam aproveitar alguns finais de semana, mas sem ficar em pousadas; por isso, procuravam por apartamentos pequenos”, conta Lindomar Batista dos Santos, diretor do Grupo Auris, responsável pela construção de diversos empreendimentos em Gramado. Ele continua: “Naquela época, em torno do ano 2000, os prédios não ofereciam áreas coletivas para lazer. Muitos apartamentos não tinham cozinha ou lavanderia e várias unidades não pos­suíam garagem”. 

Hoje, no entanto, as exigências são outras. Se antes o interesse era turismo na Serra, hoje o comprador procura conforto, luxo e qualidade de vida. “Muitos buscam imóveis localizados em zonas centrais, porém longe do barulho e perto da natureza”, explica Santos. Assim, nota-se nas incorporadoras uma tendência de investimento em obras que incluem amplos espaços internos e externos e áreas coletivas de lazer para todas as idades.

Divulgação / Grupo AurisSalão de Festas do edifício Da Vinci, em Gramado. O investimento em áreas coletivas dos empreendimentos é resposta a uma demanda dos compradores.

Germano Port, gestor imobiliário da Differencial Imóveis, concorda que o consumidor está cada vez mais exigente. “A exigência não se refere somente ao imóvel, à infraestrutura do empreendimento e ao bairro. Ela também engloba o atendimento em si, que deve ser diferenciado, e o profissionalismo da imobiliária e do corretor que o atende”, resume.

Além de alto padrão, o novo comprador tem se mostrado mais atento às causas ecológicas, exigindo opções sustentáveis nos novos empreendimentos. O diretor do Grupo Auris explica que a sustentabilidade já foi naturalmente incorporada. “Nosso mais recente lançamento, por exemplo, possui tomadas individuais, com medidores próprios, nas garagens, para veículos elétricos”, conta.

Identidade da região
Um fator acompanhado de perto pela prefeitura de Gramado é o padrão arquitetônico das construções. Todos os projetos precisam de aprovação do Conselho do Plano Diretor, que avalia se está de acordo com o “Estilo Gramadense”. Assim, as características coloniais e influências alemãs são mantidas em toda a cidade, mesmo nos novos empreendimentos. “Sabemos o quanto é difícil executar um telhado com 45° de inclinação, mas a beleza que traz à construção compensa qualquer esforço”, defende Lindomar dos Santos.

Valorização dos imóveis
Embora o mercado esteja movimentado, existam compradores interessados e lançamentos, os preços praticados na Serra não acompanharam toda valorização percebida em outras regiões. O diretor do Grupo Auris acredita que o motivo é a novidade do mercado de alto padrão nessas cidades. “O preço por metro quadrado está muito baixo, comparando-se com valores de imóveis de mesmo perfil em outras localidades do país. E, se comparado com outros países, a diferença é ainda mais acentuada”, enfatiza Santos.

Segundo Germano Port, a valorização do mercado em Canela é variada e depende do local onde se localiza o imóvel. “Apartamentos no centro podem ser ter acréscimo de até 60% na revenda. Já terrenos em condomínios podem ter valorização de até 40%”, exemplifica.

Leia mais:
>> Veja imóveis à venda na serra gaúcha
>> Revista Pense Imóveis lança edição especial Serra Gaúcha
>> Saiba onde encontrar a revista Pense Imóveis
>> Leia a edição online
>> Cadastre-se e receba a revista em casa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.