12/09/2006

Luxo permanente

Fonte: Casa & Jardim

A união impecável de preciosidades clássicas com raridades do design contemporâneo conferem a este apartamento uma elegância feita para perdurar

Fotos: Rômulo Fialdini

Philippe Starck com lustre de murano Venini pode? Pode. E bailarina art déco com o último frisson da Feira de Milão? Também pode. No universo da decoradora Esther Giobbi, móveis contemporâneos convivem com objetos de época, estampas étnicas ganham ares cosmopolitas. O resultado é chique e atemporal, como este apartamento de 500 m2 em São Paulo, SP.

O casal de proprietários deixou a critério da profissional a harmonia entre os objetos de grife que possuía e a nova decoração. “Ambientes cheios de móveis são opressores, carregados. Gosto dos espaços. Nem por isso queria uma casa fria, com cara de showroom”, afirma a proprietária.

Antes de apresentar o projeto, Esther visitou a casa onde morava a cliente, assim como a residência dos pais dela, de onde sairia boa parte dos móveis antigos. Incluiu novos objetos nos layouts e propôs outros usos para os móveis herdados da família.

No living, pouco mobiliário. Para que mais? Generosos sofás da B&B Italia e a poltrona Donna, criação de Gaetano Pesce de 1969, não interferem na beleza de preciosidades de colecionador, como a mesa art déco do escultor russo Erté e o abajur Tiffany. Luxo erudito.

A sala de jantar é outro exemplo. A linhas retas da mesa de jantar da Neo Design não impedem o uso decorativo de uma sopeira Cia. das Índias. Sem falar do lustre de murano Venini, uma das mais conceituadas referências de murano da Itália, assinado pelo designer Gio Ponti.

Das paixões do casal, os vasos de porcelana, murano e cerâmica destacam-se
em outro ambiente do apartamento: o home theater. Há lugar especial para cada um deles num painel de madeira suspenso. Sem esquecer os tapetes Odegard, os móveis Ralph Lauren do dormitório, os pratos desenhados por Fornacetti que enfeitam a copa. Para citar o arquiteto alemão Mies van der Rohe, “Deus está nos detalhes”. A decoradora Esther Giobbi sabe disso como ninguém.

Relançada na Feira de Milão de 2005 com estampa de listra, poltrona Donna, de Gaetano Pesce, importada pela Atrium. A mesa com pés de murano é do escultor russo Erté, um dos representantes do movimento art decó
Zap o especialista em imóveis

 

Zap o especialista em imóveis

A sala de jantarocupou parte do hall de entrada e é separada do living pela porta de correr da Cinex. No living, uma das preciosidades da casa: sobre a mesa lateral fica o abajur Tiffany comprado na Collector´s. Na mesa de centro, a escultura de bailarina déco, da Antigüidades Francisco

 

A copa é um dos ambientes preferidos da moradora. “Adoro decoração e busquei as referências do que queria numa revista”, conta. O lustre de pastilhas da Bertolucci lembra as luminárias dos anos 70. As cadeiras Boom, da Montenapoleone, têm puxadores embutidos no encosto. Na parede, pratos Fornacetti. O piso é de mármore
Thassos da Cia. do Granito
Zap o especialista em imóveis

 

Zap o especialista em imóveis
Peças contemporâneas e clássicas compõem a sala de jantar. A mesa de oito lugares é da Neo Design, cadeiras Louis Ghost, do designer Philippe Starck para Kartell. O lustre de murano é um legítimo Venini, assinado pelo arquiteto e designer italiano Gio Ponti

 

Um grande painel de madeira (carvalho americano) expõe a coleção de vasos dos proprietários na sala de TV. Livros e DVDs ficam organizados no aparador branco suspenso do chão. Tapete Odegard. A mesa de centro chinesa é herança de família. O sofá, B&B Italia
Zap o especialista em imóveis

 

Zap o especialista em imóveis
O estilo étnico (tapete Odegard e almofadas estampadas de onça) caracteriza o dormitório. Cama e criado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.