24/04/2013

Luxo: veja quais cidades têm as mansões mais caras do mundo

Luxo: veja quais cidades têm as mansões mais caras do mundo

Fonte: Revista do ZAP

Em Hong Kong, o metro quadrado de um imóvel de alto padrão custa em média US$ 11 mil

O mercado imobiliário de luxo anda tão intenso que o valor das mansões dobrou nos últimos sete anos, segundo informações da Forbes. O maior crescimento foi registrado na Ásia, graças ao enriquecimento de novas classes e ao aumento do preço das commodities. Atualmente, a cidade com o metro quadrado de luxo mais caro do mundo – US$ 11 mil, cerca de R$ 22,4 mil – é Hong Kong, na China.

Em média, os casarões dos bilionários da ilha chinesa têm cerca de 5,2 mil metros quadrados. Portanto, normalmente, as mansões chegam a US$ 57 milhões – quase R$ 117 milhões. De acordo com a Forbes, a maior venda já realizada na cidade foi feita em 2011 e atingiu o valor de US$ 13 mil por metro quadrado.

Em segundo lugar no ranking está outra cidade asiática: Tóquio. O metro quadrado de luxo na capital japonesa chega a US$ 7,6 mil. A metragem total das mansões, no entanto, costuma ser maior do que em Hong Kong. Em Tóquio, as casas bilionárias usualmente possuem 16 mil metros quadrados. Sendo assim, uma mansão lá gira em torno de US$ 121,6 milhões.

Londres, por sua vez, figura em terceiro lugar. Em média, o metro quadrado de imóveis de alto padrão custa US$ 5,3 mil. Como as casas dos ricaços ingleses têm, usualmente, 7,9 mil metros quadrados, elas podem ser adquiridas pela bagatela de US$ 42 milhões.

Veja o ranking completo dos metros quadrados de luxo mais caros:

1ª – Hong Kong (US$ 11 mil)
2ª – Tóquio (US$ 7,6 mil)
3ª – Londres (US$ 5,3 mil)
4ª – Paris (US$ 4,4 mil)
5ª – Moscou (US$ 4,250)
6ª – Nova York (US$ 4,100)
7ª – Xangai (US$ 2,125)
8ª – Cingapura (US$ 1,820)
9ª – Mumbai (US$ 970)
10ª – Sidney (US$ 880)

Leia mais:
>> Conheça a casa mais cara do mundo
>> Saiba qual é o prédio mais alto do mundo
>> Veja quais são as ruas mais caras de Porto Alegre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.