14/11/2008

Madeira nobre

Fonte: O Estado de S. Paulo

Etel Carmona, Claudia Moreira Salles e Lia Siqueira assinam coleção de matéria-prima certificada para a Etel Interiores

São Paulo – Todo ano, mais ou menos na mesma época, a Etel Interiores prepara uma exposição para marcar a coleção nova. É uma espécie de passarela em que os “designers da casa” desfilam suas criações recém-saídas das pranchetas. Para quem perdeu a badalada festa de lançamento, um consolo: a mostra com a ambientação das principais peças – todas de madeira certificada – estende-se até o próximo dia 12 no número 1.834 da Alameda Gabriel Monteiro da Silva.

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisAs mesas Flor, de espécies variadas, são poesia pura

Dessa vez, nos projetos de Etel Carmona, saem detalhes em xis feitos com fibras naturais e entram inserções de prata e pedras. “É uma homenagem à floresta”, considera ela, para quem essa ousadia valoriza ainda mais a madeira, material primordial em sua lida. Há vasos (cerca de R$ 1.800 cada um), de espécies como guariúva ou maçaranduba, que podem vir adornados com jóias prateadas em formas de insetos concebidas por Marco Apolônio. Ou as Três Marias, mesas laterais cujo tampo exibe lápis-lazúli ou mármores verde-bambu e amarelo. A designer ainda criou um aparador com portas de sobras de diferentes madeiras que deslizam fácil, fácil, mesinhas em forma de flor e uma outra, em que a marchetaria clara sobressai perante a estrutura bem escura.

Entre os sempre bem-elaborados móveis de Claudia Moreira Salles, o destaque do ano é a cadeira Siri, com assento em forma de almofadão revestido de linho tingido nas cores do momento pela Mucki. A maciez do estofado faz um resultado simpático. Já Lia Siqueira vem bem com a mesa Cobogó, de pegada carioca, em que os recortes do tampo lembram as típicas ondas do calçadão de Copacabana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.