21/11/2018

Saiba escolher os materiais de construção para sua reforma

Fique atento aos detalhes na hora de comprar para não ter prejuízo depois

Fonte: ZAP em Casa

Não tem jeito, reformar dá trabalho. Escolher profissionais, o que vai ser feito e os materiais são itens básicos. Aí começa aquela corrida em busca do melhor orçamento, afinal os preços dos produtos variam muito de uma loja para a outra.Mas não é só valor que você deve ficar atento, veja também a qualidade do material que vai comprar e detalhes como validade, quantidade necessária e correto armazenamento. Assim, diminui o risco de problemas futuros.

1 – Cimentos e massas

Cimento e massa (Foto: Shutterstock)

Não adianta você comprar 30 sacos de argamassa, cimento ou massa pronta se eles não serão usados de imediato. Esses itens empedram muito facilmente em contato com ambientes úmidos, como o das obras, ou mesmo armazenados em locais inadequados, como garagens. Verifique quando irá precisar compre com a maior proximidade da data de uso. E atenção: não é tudo igual, cada marca tem um tempo de secagem e um resistência própria. Leia as instruções e leve a mais indicada para o local onde irá aplicar.

2 – Areia

Ela faz par com o cimento e é base da alvenaria. Geralmente é vendida em sacos (lembrando que a massa pronta substitui cimento e areia na maioria dos casos). A areia tem várias ‘peneiras’: grossa, média e fina. A mais usada em reformas residenciais é a média, com grãos entre 0,42 e dois milímetros de diâmetro. Antes da escolha, peça ajuda profissional indicando o local onde será aplicada.

3 – Pisos e revestimentos

Pisos e revestimentos (Foto: Shutterstock)

Gostou daquele descontão? Cuidado! Pisos e revestimentos são feitos por coleções e costumam ter preço reduzido quando estão saindo de linha, o que acontece quase sempre. Veja se terá produto suficiente e com uma certa margem, para o caso de reposição futura.

4 – Material hidráulico

Hidráulica (Foto: Shutterstock)

Tubos e conexões precisam ter tamanho e especificação corretos para evitar problemas. Uma conexão mal colocada é risco de vazamento em breve. Nesse caso, opte também pelas marcas conhecidas pela durabilidade. Veja o tipo de vazão e pressão da água para escolher o encanamento e lembre-se: para água quente (locais com aquecedor) a tubulação deve ser própria para altas temperaturas.

5 – Elétricos

Não coloque sua família em risco e nem queira que seu apartamento pegue fogo porque a fiação não aguentou a potência do ar-condicionado, por exemplo. Escolha a fiação correta para cada uso. Chuveiros e aparelhos de ar-condicionado precisam de cabos mais grossos. Para passar atrás do fogão embutido, fios antichamas. Faça um quadro de energia grande, não economize nos disjuntores para não sobrecarregar o sistema elétrico.

6 – Tintas

Tintas (Foto: Shutterstock)

Veja a validade e o tipo de tinta mais adequado para o local onde será utilizado. Hoje a maioria não tem cheio forte e seca rápido, mesmo assim pergunte. A cor não é a única coisa a escolher. Existem tintas foscas, com brilho ou intermediárias. Na dúvida, leve uma pequena quantidade e faça o teste em uma parede.

+ Aprenda a escolher o melhor acabamento de tinta para a sua casa

+ Use e abuse das cores neon para alegrar a decoração da casa

+ Funcionais, tintas podem ser usadas como isolantes térmico e acústico

+ Veja quais são os 5 problemas mais comuns na reforma

+ Confira o guia completo da reforma e decoração de uma casa

+ Vai reformar e não sabe quanto vai gastar? Veja dicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.