03/05/2012

Mercado investe em imóveis focados em grupos específicos e edifícios temáticos

Fonte: ZAP Imóveis

Idosos, esportistas, solteiros e cinéfilos podem morar em empreendimentos adequados ao seu estilo de vida

É preciso se sentir em casa ao entrar no próprio lar. Parece óbvio, porém algumas construtoras valeram-se do lugar comum desta afirmação para construir empreendimentos focados em grupos específicos e assim produzir um ambiente ideal para cada perfil. O mercado está respondendo positivamente a esta tendência, é o que mostram diversos lançamentos bem sucedidos no setor imobiliário.

Há imóveis para todos os gostos e necessidades. Algumas empresas estão mirando em condomínios para a terceira idade, pois atualmente grande parte deste grupo trabalha e tornou-se importante peça no mercado de consumo. “Nos próximos dez anos este segmento deve aumentar substancialmente”, garante Luiz Paulo Pompéia, diretor da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp).

A Tecnisa enxergou a oportunidade e reuniu profissionais como geriatras, gerontólogos e arquitetos especializados em alguns dos seus negócios. “Pisos brilhantes ofuscam a visão, então escolhemos materiais opacos”, afirma Patricia Valadares, diretora de projetos da empresa. A piscina ganhou corrimão e pavimentação antiderrapante, além de escada larga de alvenaria. Os degraus têm cores diferenciadas para evitar tropeços e as maçanetas são invertidas. “Criamos ambientes que facilitam a interação com outros moradores, como salão com mesa de carteado e clube de experiência, onde os moradores trocam conhecimentos”, diz Patricia.

Os solteiros também estão conquistando espaço nas compras de imóveis. A Bueno Netto oferece plantas flexíveis e compactas. O ‘Indi Vila Olímpia’, em São Paulo, está sendo construído próximo a centros comerciais e de lazer. Ele vai oferecer opções de serviços pagos como limpeza, lavanderia, personal trainer, natação, massagem e pet shop. O metro quadrado destes apartamentos custa R$ 11 mil.

Outro público que atrai os olhares das empresas é o feminino. De acordo com a pesquisa feita pela Conartes Engenharia e Edificações, 60% das negociações imobiliárias são efetivadas somente após o aval das mulheres. Por isso, as incorporadoras estão investindo no que agrada este grupo, como salões de beleza e SPA dentro dos condomínios. “Nós oferecemos diferenciais que incentivam suas escolhas”, comenta Thiago Xavier, gerente de comunicação da construtora.

Para a colônia judaica, a Atlas Schindler produz elevadores “shabat”, os quais são programados para pararem em todos os andares, a partir do pôr do sol de sexta-feira ao de sábado. Assim, os moradores não precisam acionar o botão, ritual respeitado pela religião. “Para os ortodoxos, este pode ser um diferencial na escolha de um imóvel”, acredita Fábio Mezzarano, diretor de produtos e marketing da empresa.

A Brookfield Incorporações projetou o ‘Onda Carioca’, que oferece clima praiano no Rio de Janeiro para as famílias que procuram segurança e qualidade de vida dentro dos condomínios, segundo Alexandre Frickmann, superintendente comercial do grupo. O empreendimento fica no Recreio, região que, segundo ele, está recebendoinvestimentos em infraestrutura. Alguns dos 40 itens de lazer presentes são: espaço de ginástica ao ar livre, áreas para futevôlei e frescobol, além do espaço “Maraca”, uma sala de cinema ambientada como arquibancada.

Empreendimentos temáticos – Viver em um ambiente hollywoodiano pode ser o sonho de algumas pessoas. Por  isso, algumas construtoras estão trabalhando também para atender esta demanda. Em 2011, a Santa Cecília lançou, na capital carioca, o Lagoa Azul, inspirado no filme americano com mesmo nome, e já vendeu 75% das unidades. A  piscina Lagoon, bar tropical, sauna e bangalô zen compõem o ambiente “paradisíaco”.

A empresa investiu também em três condomínios que lembram resorts da Polinésia Francesa, o ‘Bora Bora’. O projeto mais antigo fica na Barra da Tijuca (RJ) e foi lançado em 2007. De acordo com a construtora, o imóvel já valorizou 100% desde sua construção. Há mais de 50 atrativos, como piscina com bar, casa de espetáculo, chalés, entre outros.

O mercado de luxo está sendo abastecido também pelo Grupo Avanço Aliados, que está construindo no Rio um empreendimento inspirado no Palácio de Versalhes (França). Com acabamento requintado que lembra um castelo. “Os cômodos lembram um castelo, já que são bem espaçosos e possuem material de primeira linha”, conta
Sanderson Fernandes, diretor do grupo.

1 Comentário

  1. Como agradar este nosso publico Curitibano? porque esse povo é tão dificil de atender.Qual é o segmento imobiliario que pode agradar esse Publico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.