12/08/2021

Mesa de jantar: escolha o modelo certo para a sua casa

Retangulares, quadradas, redondas, ovais. Os formatos são variados, mas a mesa de jantar ideal é aquela que tem o tamanho adequado para o ambiente. O modelo escolhido não pode comprometer a circulação no espaço e precisa ter, pelo menos, duas cadeiras a mais do que o número de moradores. Cada pessoa ocupa um espaço de 70 centímetros para maior conforto. A distância da mesa de jantar para móveis e paredes deve ser de um metro. 

As mesas de jantar retangular e oval são mais indicadas para ambientes compridos e estreitos e acomodam bem famílias grandes. Quadradas precisam de um local largo e aproximam mais as pessoas na hora da refeição. As redondas têm o mesmo efeito, porém, economizam espaço. E preste atenção nos pés: as mesas com base central são mais confortáveis.

Mesas retangulares são indicadas para ambientes compridos e estreitos - Foto: Eduardo Pozella
Mesas retangulares são indicadas para ambientes compridos e estreitos – Foto: Eduardo Pozella

Leia também

+ Acabamentos e cores de móveis ressaltam personalidade do morador

+ Como fazer uma decoração sustentável

+ Escolha maçanetas e fechaduras de acordo com a decoração da sua casa

Materiais usados na mesa de jantar

As mesas de jantar mais clássicas são feitas com madeira, pelo menos em sua base, com tampo de vidro – que pode ser escuro ou claro. Mas há outras opções, como o uso do metal cromado. 

“Eu uso menos de vidro, acho que marca muito as mãos. Mas tem mesas de vidro maravilhosas, que me encantam e eu acabo cedendo. A vantagem é limpar fácil, um pano resolve. Com as outras temos de ter mais cuidado na limpeza, como a de madeira ou laca”, diz a arquiteta Karina Korn.

Mesa de jantar clássica: tampo de vidro e base de madeira - Foto: Eduardo Pozella
Mesa de jantar clássica: tampo de vidro e base de madeira – Foto: Eduardo Pozella

Do rústico ao sofisticado, da madeira ao vidro, passando por tampos de pedra de mármore ou granito, a mesa de jantar pode ser destaque na decoração ou conversar com outros materiais e compor o ambiente. Deve aliar estética e funcionalidade. 

“A mesa não deve ter uma toalha permanente. Quando se aposta em uma mesa bacana, não a cubra com toalha. Na minha casa, uso um jogo de vasos com plantas, mas o céu é o limite para escolher enfeites, fruteiras, centros de mesa lindos”, diz Karina. 

A arquiteta lembra que uma boa iluminação para a mesa de jantar é essencial. “Eu gosto de usar pendentes. Dependendo do caso, quando é possível, uso iluminação de teto, no forro de gesso, com spots”.

Leia mais

+ Escolha o trocador para bebê ideal de acordo com o espaço do quarto

+ Saiba escolher a cadeira de amamentação ideal

+ Como conciliar objetos e móveis antigos com a decoração moderna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.