23/08/2013

Misturado a peças atuais, móvel clássico ganha cada vez mais espaço em casa

Misturado a peças atuais, móvel clássico ganha cada vez mais espaço em casa

Fonte: Revista do ZAP

Confira dicas para mesclar os estilos em prol de um décor autêntico e cheio de personalidade

Peças de desenho clássico podem até não ser a primeira opção nos projetos atuais, mas jamais caem em desuso. Misturá-las a elementos contemporâneos e arrojados é uma das mais quentes tendências da atualidade na decoração de interiores, criando um mix que comprova a versatilidade das casas atuais e do estilo de vida dos moradores.

Decoração-Christie Móveis-Classico

 

Pensando na importância que esses móveis têm e na necessidade de atualizá-los para os dias de hoje, esta nova coleção de móveis da Christie Móveis, tradicional fabricante nacional de peças para a casa, buscou inspiração nas baixas temperaturas e no espetacular cenário dos alpes europeus para desenvolver a coleção Montagne.

As novidades preservam o estilo clássico que caracteriza a marca, mas também apresentam cores que evidenciam o clima das regiões mais altas sem deixar de lado as cores da temporada.

Decoração-Christie Móveis-Classico

 

As 22 peças criadas – inclui cômodas, poltronas (acima), molduras, cadeiras, banquetas, aparadores, armários, mesas de centro, entre outros – têm desenho clássico e cores que permeiam os tons encontrados na floresta, no azul do céu e no branco da neve. São itens coloridos e fabricados em madeira, ferro, espelho, couro e mármore, embelezando e vestindo com conforto e charme ambientes de campo e (porquê não?) da cidade no inverno.

Resultado de um trabalho handmade e de métodos próprios para criar móveis, a coleção é dividida em duas linhas: Rocha, em cores frias e claras, acabamentos delicados e Floresta, com itens ligados a tons amadeirados e cores quentes.

Decoração-Christie Móveis-Classico

 

Incorporadas às sensações de claridade, leveza e conforto, as peças estão disponíveis aos amantes do mobiliário clássico que buscam objetos requintados e perenes. Um dos destaques é a cômoda Bonnier (acima), produzida em madeira, com aplicações em bronze e laca francesa e que pode ser produzida em qualquer tonalidade, de acordo com o projeto e o gosto do cliente.

Mistura clássica + moderna funciona: reflita
Para não deixar a casa com cara de antiquário, uma boa ideia é usar elementos modernos na estrutura dos ambientes e peças clássicas para decorá-los. O mix de características clássicas e modernas é essencial, afinal, a mescla funciona porque só o antigo fica muito pesado e só o moderno fica frio. Peças herdadas contam a história da família e, quando usadas ao lado de elementos mais contemporâneos, dão o tom da atualidade e contam a história de quem mora na casa. Uma poltrona antiga ao lado de uma mesinha de design moderno, por exemplo, cria um visual único.

A preocupação com a reutilização dos objetos está cada vez mais em alta e, na decoração, não poderia ser diferente. Hoje em dia, muitos arquitetos e decoradores estão preocupados em especificar peças de qualidade e durabilidade, em estilos que funcionem sem data de validade, comprovando que é preciso parar de agir como se tudo fosse descartável ou como quando cada vez que alguém se muda tem de comprar tudo novo de novo.

Um sofá ou uma luminária de 20 anos pode ficar muito bem na sua casa nova com uma capa nova ou após uma restauração. Lembre-se: assim como você, a sua casa e os móveis contam a sua história e deixar isso para trás é dar as costas para você mesmo.

Leia mais:
>> Estilos complementares: clássico e contemporâneo sem exageros

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.