22/10/2006

Morador encanta-se com o bairro

Fonte: O Estado de S. Paulo

A região apresenta uma rede completa de serviços, comércio e transporte, o que a torna bastante atrativa

Filipe Araújo/AEZap o especialista em imóveisAtração – A empresária Grace Martinez insistiu com o pai para que fossem morar no Tatuapé

Um bairro pode conquistar moradores às vezes por toda a vida por conta de seus atrativos. O Tatuapé , com a empresária Grace Martinez, de 24 anos, é um desses casos que deve durar muito. Grace e sua família moram hoje no bairro por conta de sua insistência com o pai: “Morávamos no Belém, mas eu já queria ir para o Tatuapé, porque conhecia e gostava muito”.

Grace trabalha na empresa da família, de peças de bicicleta, e está no bairro em que queria há dois anos: “Parece que moro aqui desde que nasci. É muito bom. Tem tudo próximo”. Na rua onde Grace mora, por exemplo, há lojas variadas, padarias, locadoras, supermercados… Mas claro que toda essa infra-estrutura traz muito movimento à região. “Não é exatamente um bairro para quem gosta de tranquilidade”, diz Grace. Ela garante que mesmo quando casar, ou se for morar sozinha, não vai sair do Tatuapé.

História

O Tatuapé tornou-se extremamente atraente ao longo dos anos na região Leste e foi assim, o mais citado entre vários especialista s como o de melhor infra-estrutura, continuando a série de reportagens que o Estado tem publicado nesse sentido.

O diretor-geral da imobiliária Pozelli, Joaquim Prata, acompanhou de perto toda a história de crescimento do Tatuapé, já que atua na região há mais 30 anos. O bairro, lembra Prata, tinha fama de poluído, mas a razão era um tanto estranha: “Acontece que o medidor de poluição da Cetesb ficava bem no meio da Avenida Celso Garcia e no fim da Avenida Rangel Pestana, e aí é claro, como todo o trânsito, o nível de poluição registrado era bem alto”.

Monalisa Lins/AEZap o especialista em imóveisTatuapé – Bairro conquista moradores pela boa infra-estrutura

 

Prata explica que o lançamento do Jardim Anália Franco, em 1968, que recebeu de imediato residências de alto padrão, foi o grande indutor de crescimento do Tatuapé. “Hoje tudo o que se imagina, tem aqui no bairro, que também foi impulsionado quando da construção do Shopping Metrô Tatuapé. E virão mais três shoppings novos em alguns meses”. Com todo esse crescimento, é natural que os terrenos disponíveis já sejam em número pequeno. “Temos de juntar pelo menos quatro ou cinco casas para conseguir um terreno viável, o que fez com que as áreas possíveis hoje sejam escassas.”

Segundo o consultor da Jerusalém, imobiliária local, Álvaro Finatti, os preços para venda no Tatuapé giram em torno de R$ 1 mil o metro quadrado para imóveis residenciais de acabamento nobre. No metro quadrado construído, ele estima R$ 500 para novos. Em imóveis antigos, o preço chega a R$ 300 o metro quadrado. O diretor-comercial da Hernandez Construtora (de forte atuação na região Leste), Lucimar Fernandes, diz que no Tatuapé há apartamentos de dois, três e quatro dormitórios, com área relativamente grandes em oferta.

O bairro está dividido em área antiga (“Tatuapé Velho”) e nova, esta a que cresceu rapidamente .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.