30/10/2006

Morador faz aposta no Cambuci

Fonte: O Estado de S. Paulo

Moraci Mariano da Silva comanda projeto de revitalização, com destaque para os eventos culturais

Moraci Mariano da Silva tem esperança de ver o Cambuci mais limpo e mais feliz. Ele considera que o bairro está desprestigiado por causa da invasão de cortiços e pela proximidade com o Glicério. “A cena é triste nesta região. Centenas de pessoas dormindo ao relento. É lamentável.”

Silva conheceu o bairro há 15 anos, quando era estagiário da empresa Lion Caterpillar – atualmente Carrefour. Começou a pesquisar sobre o Cambuci e resolveu morar na região. Em uma de suas andanças pelo local, se encantou com uma casa datada de 1913, na Rua Gama Cerqueira, onde foram encontrados desenhos nas paredes que, segundo antigos moradores, foram feitos por Alfredo Volpi quando viveu na mesma rua.

Silva com alguns amigos montou o bar Olinda Prudência, com a idéia de prestigiar o bairro e oferecer uma alternativa de lazer ao Cambuci. “Aqui, a relação de amizade é muito forte. Os vizinhos são solidários.”

As ações no bairro não pararam por aí. Silva resolveu fazer uma proposta de revitalização local. O projeto Cambuci 100 Anos – Cultura e Cidadania tem o objetivo de resgatar a história do bairro, que atraiu italianos e espanhóis para um influente setor industrial.

Para levar adiante a iniciativa, é preciso levantar demandas sociais, culturais e estruturais. Além disso, o centro da iniciativa consiste em restaurar o Teatro de Arena concebido por Mário de Andrade. “O aparelho público está abandonado, coberto pelo mato”, diz Silva.

O projeto pretende dar também maior visibilidade para a feira do Cambuci, que ocorre todo segundo domingo do mês no Largo do Cambuci. A idéia é que o evento seja permanente. Por fim, torna-se necessário investir na reabilitação do Glicério. “Tem várias entidades do Cambuci que já trabalham e conhecem as famílias em dificuldades na região central.” Silva tem esperança que o projeto saia logo do papel e transforme o lugar onde mora “em um local em que as pessoas têm mais qualidade de vida e os visitantes têm a oportunidade de passar um tempo agradável apenas olhando ao redor”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.