13/01/2007

Moradores de ruas treinados para assentar pisos

Fonte: Jornal da Tarde

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisOs calceteiros treinados pela Prefeitura colocam o piso intertravado

A melhoria nas calçadas de São Paulo auxiliou no treinamento de moradores de rua e desempregados, que participaram de uma frente de trabalho para aprender a montar os passeios de prédios públicos. Especializados na montagem de pisos intertravados, 13 integrantes da turma foram contratados pela Subprefeitura de Aricanduva para revitalizar o calçamento das praças e principais avenidas dos bairros da região. O contrato de trabalho vai até dezembro.

O treinamento começou ainda em 2005, com 64 moradores de rua alfabetizados. Divididos em quatro turmas, os alunos receberam treinamento do Senai e aprenderam mais sobre a história das calçadas.

Além do Aricanduva, as Subprefeituras de Pinheiros, Vila Mariana, Itaim Paulista e Butantã também participaram do projeto.

Depois de formados, os calceteiros passaram a receber uma bolsa-auxílio de R$ 386 pelo período máximo de seis meses.
A primeira turma foi a responsável pela reestruturação dos passeios da Rua Cardeal Arcoverde, uma das primeiras a ter o calçamento ajustado às novas regras determinadas pelo decreto municipal promulgado pelo então prefeito, José Serra, em maio de 2005.

Neste ano, com mais experiência, a equipe acabou contratada novamente para fazer os reparos nas vias da Zona Leste.
O curso para calceteiros foi promovido pelas secretarias do Trabalho, das Subprefeituras e de Assistência e Desenvolvimento Social.

José Renato Melhem, coordenador do programa Passeio Livre, diz que o projeto cresceu e capacitou 420 alunos. “Nós aproveitamos para qualificar os moradores de rua e dos albergues. Todos foram treinados para uma nova profissão. Boa parte montou cooperativas ou então foi contratado pelas Subprefeituras como funcionários.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.