26/06/2013

Mórbido? Que nada! Preto toma conta em ambientes sofisticados e descontraídos

Mórbido? Que nada! Preto toma conta em ambientes sofisticados e descontraídos

Fonte: Revista do ZAP

Contra todos os indícios, a cor que é associada a medo, terror e luto pode fazer parte de uma decoração elegante e alegre

Paredes pretas, chão preto, móveis pretos, detalhes pretos. A utilização desses elementos separadamente pode ser capaz de agradar a muita gente. Mas e se unirmos todos? O que, em teoria, poderia deixar um ambiente mórbido, sufocante ou sombrio, se bem aplicado na prática, pode ter um efeito contrário. Decorar e compor com o preto são garantias de um ambiente sofisticado se forem utilizados o bom gosto e o bom senso.

O preto foi a solução encontrada pelos profissionais do escritório de arquitetura 0E1 (fotos abaixo e de abertura) para poder centralizar ideias e projetos em um lugar onde todos pudessem ver. “A princípio era para ser só uma das paredes, mas acabamos nos entusiasmando com o resultado e estendemos a cor para diversas outras”, conta Ana Cristina Castagna, uma das cinco sócias da empresa. Observando o ambiente é possível identificar rascunhos de plantas, algumas medidas e até recados de amigos que já passaram por lá, bem no estilo “Fulano esteve aqui”. Além de quase todas as paredes pintadas de preto, o chão tem acabamento emborrachado na mesma cor, assim como alguns dos móveis.

preto-decoração

 

A cor escolhida como principal na sede da 0E1 Arquitetura também tem a ver com o lugar. Na casa antiga do bairro Rio Branco, em Porto Alegre, que também abriga outras seis empresas, o escritório ficou com uma sala “semienterrada”. Ana Cristina conta que fizeram uma analogia com o fato de a sala estar, em parte, sob a terra. Ainda assim, janelas que permitem a entrada da luz solar fazem o equilíbrio de tons no ambiente.

O preto não tem a ver apenas com áreas de trabalho embaixo da terra. No 11° andar de um prédio no bairro Santana, também em Porto Alegre, ele dá lugar a apenas mais uma cor: seu exato oposto, o branco. Morada de um empresário (fotos abaixo), há dois meses a composição projetada pelos arquitetos Thiago Barella e Marta Peixoto ficou monocromaticamente pronta.

preto-decoração

 

O preto foi a sugestão adotada pela equipe para solucionar um problema que desagradava ao proprietário: dois tons diferentes de parquet no apartamento. A sugestão de pintar tudo de preto foi logo acatada e influenciou nas decisões posteriores, afinal, “o preto toma conta dos ambientes”, afirma Thiago. E realmente tomou: sala, cozinha, escritório, lavabo e quarto, todas as peças têm esta como cor principal. O banheiro da suíte é o único ambiente do imóvel que é integralmente branco.

preto-decoração

 

Segundo os arquitetos, o tom escuro em contraste com o branco dá versatilidade, além de sofisticação. “Aqui funciona tudo muito bem porque a luz natural é ótima”, conta Thiago. Sobre outros projetos, o arquiteto comenta que “ultimamente o público tem aberto a cabeça para o uso de tons escuros, abandonando o receio de essas cores deixarem os ambientes pequenos”.

O preto é versátil: permite que se mude o ambiente conforme a mistura de cores e texturas e combina bem com uma gama ampla de tons. Também é prático, principalmente se utilizarmos a possibilidade de riscar e interagir com as paredes. Ainda, a cor ajuda na hora de esconder falhas nos móveis ou nos acabamentos. Argumentos não faltam para que se acabe com o preconceito e se permita transformar o preto na estrela principal de pelo menos um ambiente.

preto-decoração

 

O preto na harmonia da casa
O preto é considerado um tom elegante e sofisticado. Além disso, a cor representa sabedoria e intelectualidade. No entanto, “o excesso dessa cor pode tornar as pessoas mais sombrias, pessimistas ou deprimidas”, segundo a terapeuta holística Eliane Federizzi. Ela afirma que o preto serve como uma espécie de escudo, bloqueando o fluxo de energias.

Para manter o equilíbrio energético (e visual), o ideal é combinar o preto com cores neutras, como o branco, ou cores fortes, que se destacam. Eliane ainda indica que “os melhores cômodos da casa para se usar o preto, sempre combinando com outra cor, são bibliotecas e salas de estudo”.

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.