04/05/2010

Móveis assumem novas funções

Fonte: O Globo

Beleza é fundamental, claro. Mas quanto se trata de decoração, é preciso ser funcional. Seja para tirar o máximo proveito de medidas pouco generosas ou para delimitar espaços de uma forma menos burocrática e mais charmosa. Seguindo a tendência, móveis e soluções de marcenaria – ou de outros materiais, como aço – assumem novas funções, como mostra reportagem de Flávia Monteiro publicada no O GLOBO do último domingo.

Rio – Beleza é fundamental, claro. Mas quanto se trata de decoração, é preciso ser funcional. Seja para tirar o máximo proveito de medidas pouco generosas ou para delimitar espaços de uma forma menos burocrática e mais charmosa. Seguindo a tendência, móveis e soluções de marcenaria – ou de outros materiais, como aço – assumem novas funções, como mostra reportagem de Flávia Monteiro publicada no O GLOBO do último domingo.

Na ausência do hall, um cômodo que está virando artigo de luxo, o arquiteto Maurício Nóbrega projetou estantes que cumprem a missão de garantir a privacidade dos moradores. “Com o tempo, o conceito de hall se perdeu e ele acabou banido. No caso, estantes feitas sob medida surgem como boa alternativa para criar uma espécie de anteparo. Em salas de grandes dimensões, o convidado chega e já se depara com a mesa de jantar, pois não há nada que separe os ambientes. Eles ficam devassados.”

Além da organização, estante separa ambientes e garante mais privacidade
Além da organização, estante separa ambientes e garante mais privacidade

De quebra, uma das estantes, feita de carvalho, ainda esconde um imenso e indesejável pilar, fincado no meio da sala de televisão. “O móvel foi o disfarce perfeito. No centro dele, há um pilar da mesma largura da televisão, que fica escondido por baixo da madeira. Nas laterais, nichos de tamanhos variados ganharam objetos decorativos, vistos dos dois lados”, explica Nóbrega.

ESPAÇO MAL APROVEITADOS -Já a missão do arquiteto Thoni Litsz foi encontrar uma forma de transformar a sala de 68 metros quadrados em dois ambientes distintos, deixando a circulação livre nas laterais.

“De um lado, criamos uma sala de estar com um bar integrado à estante de portas espelhadas. Do outro, fica a sala de TV, um espaço em que as crianças podem jogar videogame sem interferir num eventual clima de festa do ambiente vizinho. Foi a opção que encontrei para separar pais e filhos, sem segregá-los, deixando todos ao alcance dos olhos uns dos outros.”

 

LEIA MAIS:

ESTANTES IRREVERENTES ORGANIZAM E DECORAM O AMBIENTE

VEJA COMO DECORAR SUA CASA EM UM CLIQUE

CONFIRA AS SOLUÇÕES USADAS PARA DIVIDIR OS CÔMODOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.