14/12/2009

Móveis com menor preço

Fonte: O Globo

Lojas ainda oferecem itens em promoção que chega a quase 50%

Lojas realizam promoções de até 50% (Foto: Divulgação)
Lojas realizam promoções de até 50% (Foto: Divulgação)

A isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) nos móveis – medida que valerá até 31 de março de 2010 – já se traduz em preços menores para o consumidor. Na média, sofás, armários, mesas, aparadores e camas ficaram 5% mais baratos. As lojas de decoração apresentam, contudo, itens com reduções ainda maiores, de quase 50%. Isso porque, na disputa pelo consumidor que deseja começar o ano com casa nova, mas já comprometeu parte do décimo terceiro salário, algumas lojas fazem novas promoções.

“Assim como o setor automobilístico se favoreceu, muito provavelmente o setor moveleiro se beneficiará da redução do IPI. Especialmente no Natal, os produtos que atendem à classe de baixa renda e à classe média devem experimentar aumento das promoções, favorecendo mais o consumidor. Será uma ótima oportunidade para quem precisa trocar parte da mobília”, disse Alexandre Espírito Santo, chefe do Departamento de Economia, Finanças e Métodos Quantitativos da ESPM-RJ.

Na Líder Interiores, com seis fábricas e 16 lojas próprias no país, os preços caíram 5%. Entre os itens com redução estão o rack Plaza (de R$ 3.357 por R$ 3.189) e a poltrona (de R$ 1.900 por R$ 1.805). Na Provence & Cia, no CasaShopping, a cadeira Provençal saiu de R$850 para R$ 807,50. Na Criare, em Copacabana, os descontos são maiores: o kit com duas banquetas cromadas, por exemplo, passou de R$760 para R$510 (-32,8%).

“As vendas que foram feitas para entrega no Natal aconteceram antes do anúncio da redução do IPI. Mas, com o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro, aumentará a procura ainda no fim de dezembro e início de janeiro. Vamos sentir mais essa procura no começo de janeiro”, aposta Diogo Pagnoncelli, diretor da loja.

Segundo Munis Zilberberg, sócio da Celina, a redução do IPI deve fomentar a renovação do mobiliário neste fim de ano e, por isso, as projeções são positivas:

“A expectativa é que as vendas aumentem de 10% a 15% – disse Zilberberg, acrescentando que a alta nas vendas deve ocorrer entre janeiro e fim de março.”

Redes maiores também apresentam preços melhores ao consumidor. No Extra.com, o preço da cama de casal caiu 42,4%, saindo de R$499 para R$287,10, e o guarda-roupa infantil passou de R$599 a R$314,10 (-47,5%). No Ponto Frio, o sofá que custava R$1.799,99 agora sai por R$1.599,99 (-11,1%). E a Toque a Campainha, no Via Parque Shopping, também aproveitou a redução de IPI de móveis para baixar os preços da maioria de seus produtos e elevar as vendas neste fim de ano. A loja colocou banners nas entradas para informar ao consumidor o motivo dos descontos.

“Além do IPI reduzindo os preços, estamos dando 5% de desconto em qualquer forma de pagamento – garante o gerente da loja, Thiago Martins.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.