09/05/2011

Móveis e ambientes revelam suas facetas ocultas

Fonte: O Globo
Mesa lateral Cubo mágico da designer Novo Ambiente (Foto: Divulgação)
Mesa lateral Cubo mágico da designer Novo Ambiente (Foto: Divulgação)

É um cubo? Um banco? Uma mesa lateral? Sim. E também um simpático armário. Descobrir as funções que móveis multifuncionais não mostram num primeiro olhar pode ser uma brincadeira divertida, como o bom e velho pique-esconde.

E nesse jogo vale o que se vê e o que não se vê. Como o baú usado como mesa de centro que tem uma gaveta por trás de um de seus puxadores laterais. Ou o balcão que guarda uma mesa para sete pessoas – basta puxar os pés, que ficam encostados à sua parte frontal, e uma esteira de madeira dentro dele revela a mesa. E quando a mesa está fechada, os banquinhos ainda ficam guardados na parte de baixo do balcão. Prático, não?

Mesa de jantar Milão camufla mesa de sinuca, lançamento da 7ball
Mesa de jantar Milão camufla mesa de sinuca, lançamento da 7ball

Já quem gosta de um joguinho vai adorar a mesa “Milão”, que reserva uma bela surpresa aos convidados, depois do jantar. Puxa daqui, empurra dali e voilà: o tampo sai revelando o pano verde e as caçapas de uma mesa de sinuca.

O recurso também costuma ser usado por arquitetos. Para esconder o acesso da sala de jantar à cozinha de um apartamento na Lagoa, a dupla Carmen Zaccaro e Marise Kessel revestiu toda a parede da passagem com um painel em peroba-mica, por onde corre uma grande porta do mesmo material. Além de deixar a cozinha isolada da vista dos convidados, a própria porta ainda é camuflada no painel, que parece uma peça inteira de madeira.

Iluminação ajuda a compor esconderijo – “Para disfarçar ainda mais o acesso, criamos dois nichos iluminados no meio do painel, ideal para expor livros e objetos decorativos, como se fosse uma estante. E as medidas da porta foram reproduzidas do outro lado dos nichos, iludindo ainda mais o olhar”, explica Carmen.

No projeto de Carmen Zaccaro e Marise Kessel, o painel esconde a porta da cozinha
No projeto de Carmen Zaccaro e Marise Kessel, o painel esconde a porta da cozinha

A missão de Leila Dionízios era transformar um pequeno loft na Barra, comprado por um casal de mais idade, em um apartamento com sala e dois quartos, sendo um deles para abrigar os hóspedes, quando necessário, e ao mesmo tempo servir como escritório. A solução, bem simples, foi fazer uma parede em dry wall e embutir nela uma cortina rolô. No dia a dia do casal, o painel fica aberto propiciando a comunicação entre os dois, mesmo quando um está na sala e outro no escritório. Fechado, ele garante a privacidade dos hóspedes.

“É uma solução de fácil colocação, muito mais barata que a marcenaria, e que dá leveza ao espaço”, diz Leila.

Na próxima vez que se encantar por um móvel, ou achar um ambiente lindo, olhe duas vezes. Ele pode não ser exatamente o que você pensou.

LEIA MAIS:

Mude a decoração de paredes, azulejos e objetos fazendo download gratuito de imagens

Decoração do Mais Você sempre na moda

4 Comentários

  1. Adorei o cubo.Gostaria de ve-lo melhor.Tb outras peças neste estilo.Onde poderei encontrar td isso?Obrigada

  2. adorei o cubo, perfeito para minhas filhas que estudam e não tem espaço no apartamento. Gostaria de saber como e onde encontra-lo. Grata, Auxiliadora

  3. olá , parabéns , pelo seu projeto e lindo , vou fazer em minha casa , só não entendi muito bem é uma porta só que corre , ou pode ser as duas , por favor me esclareça pois , vou fazer em minha cozinha , separando da sala estar ,Deus te abençoe sempre sua mente , pois ela e genial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.