10/08/2009

Móveis com design inovador serão produzidos em larga escala

Fonte: O Globo

Projeto incentiva parcerias entre empresas fabricantes de móveis, designers renomados e fornecedores de matéria-prima

(Foto: Divulgação)
Iniciativa do Sindmóveis promete ser inspiração para muitas empresas moveleiras (Foto: Divulgação)

Uma iniciativa do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) promete ser inspiração para muitas empresas moveleiras nacionais. O projeto “Aproximando conceitos” incentiva parcerias entre empresas fabricantes de móveis, designers renomados e fornecedores de matéria-prima. A ideia é criar produtos com design inovador, agregando valor à produção nacional em larga escala. Os primeiros resultados foram expostos na Casa Brasil 2009, feira do setor que terminou ontem, em Bento Gonçalves (RS).

O projeto foi apresentado com quatro exemplos da tríplice aliança: a Prima Design, com o designer paulista José Marton; a Evviva Bertolini, com os designers italianos Davide e Gabriele Adriano (Irmãos Adriano); a 3X, com o designer carioca Guto Índio da Costa; e a Schuster Móveis & Design, com o também carioca Bernardo Senna.

Usando a matéria-prima de quatro empresas patrocinadoras do evento – melamínico (Formica), MDF (Massisa), ferro (Zamprogna) e impressão (Impress), José Marton criou, para a Prima Design, a “Mesa bar”. Ele explica que o móvel tem quatro diferentes tampos, com os jogos “Caça-palavras”, “Palavras cruzadas”, “Labirinto” e “Ligue os pontos”.

“A estrutura é desmontável e sua base, com barras coloridas, remete a um jogo de varetas. Acoplado a uma dessas barras está o porta-canetas e apagador, acessórios que garantem a diversão”, explica o designer.

Entre os produtos criados pelos irmãos Adriano para a Evviva Bertolini, estão a cama “A!letto”, com módulos de encosto, estofados, que permitem várias configurações. A ideia é que o usuário interaja com o móvel e que a peça dure mais tempo, à medida que ela pode ganhar várias novas caras. Das criações de Bernardo Senna produzidas pela Schuster, destaque para a mesa lateral Fenda, formada por quatro peças combinadas entre si, com acabamento de laminado de freijó natural. Guto Índio da Costa entra no projeto com a linha Carrapixxxo, fabricada pela 3X, de suportes para a fixação de prateleiras, armários, gaveteiros e mesas.

Do Casa Brasil 2009, participaram 146 empresas expositoras – 19% a mais do que na primeira edição. Foram fechados negócios da ordem de R$150 milhões.

Muitas empresas aproveitaram o evento para lançar novas coleções. A Todeschini, de armários planejados, apresentou a “Organix”, que traz as formas curvas da natureza para o mobiliário. Na Sentare, destaque para um novo sistema de estruturação de seus produtos. O estofamento, engastado, faz com que cadeiras e poltronas não necessitem da utilização dos materiais tradicionais – como madeira, parafusos, costuras e grampos – para sustentação interna, garantindo formas mais leves às peças.

Durante a Casa Brasil, eventos paralelos mobilizaram os visitantes. Foram três exposições paralelas, rodadas de negócios e um seminário internacional que levou a Bento Gonçalves grandes nomes do design nacional e internacional. Entre os participantes estavam a jornalista e crítica de design italiana Cristina Morozzi, Rodrigo Rodriguez, presidente da federação que engloba as associações italianas do setor da madeira, decoração, mobiliário e iluminação; o designer brasileiro Marcelo Rosenbaum e o gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Edson Ferman.

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL NAS VITRINES – AiHouse está levando a automação residencial para mais perto dos consumidores. A empresa, que até então tinha como clientes apenas construtoras, vai começar a vender três produtos de sua linha em lojas do Rio, São Paulo, Campinas e Florianópolis. O Smartshower, um misturador inteligente para chuveiro; a Smarthydro, uma banheira de hidromassagem high-tech, e a Smartdoor, fechadura de porta com biometria (identificação da impressão digital), chegam às vitrines até o fim deste ano.

O diretor da empresa, Leonardo Senna, conta que a empresa ainda está fechando contratos com as empresas parceiras. Por isso, os preços no varejo ainda não foram fixados. A instalação, acrescenta ele, será feita pela própria iHouse.

O Smartshower evita a velha luta de abrir e fechar torneiras para regular a temperatura da água: basta digitá-la. Sua memória permite armazenar informações como a temperatura e o fluxo de preferência do morador. Visando à economia, o equipamento registra quantos litros de água foram usados em cada banho.

A Smarthydro, banheira com design premiado (de Guto Índio da Costa), pode ser ligada e desligada a distância, por telefone. Assim, o proprietário pode preparar seu banho antes de chegar em casa, sem ter que esperar que a banheira encha. Ele também só precisa digitar a temperatura desejada. Para deixar a banheira pronta para o próximo banho, há a função de autolimpeza.

O Smartdoor permite abrir as portas da residência por leitura biométrica ou senhas numéricas, além de a distância. Além disso, cada dedo assume uma função pré-programada para, ao abrir a porta, criar uma determinada ambientação, como acender a luz com a intensidade desejada, abrir a persiana elétrica e ligar o ar-condicionado.

Quer receber mais informações? Siga o ZAP no Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.