10/05/2011

Na busca pela moradia ideal, necessidades da família devem ser levadas em conta

Fonte: Jornal Extra
(Arte de Cláudio Duarte)
(Arte de Cláudio Duarte)

Decidir morar sozinho, casar-se, ter filhos e depois ver os espaços ficando maiores, quando eles resolvem caminhar com as próprias pernas… Cada fase da vida tem uma necessidade diferente e, como o lar precisa ter a cara do dono, os perfis de moradia também tendem a mudar com o tempo. Assim, saber o tipo de habitação ideal para cada família pode poupar fôlego e aumentar as chances de encontrar aquele imóvel perfeito. Para auxiliar quem ainda procura a agulha no palheiro, o Extra ouviu especialistas do mercado imobiliário.

Segundo Bruno Theodoro, diretor da Estrutura Consultoria, a primeira coisa que se deve levar em consideração é o tipo de imóvel:

“A orientação sobre o local e as características da moradia podem ser específicas para cada caso, mas a quantidade de quartos é categórica.”

Suíte para casal novo – Para um casal com dois filhos pequenos, é recomendável a compra de um apartamento de dois quartos, com dependência reversível – que pode se transformar num terceiro quarto, no futuro. Já os recém-casados gostam de suíte.

Para a diretora de vendas da imobiliária Fernandez Mera, Renata Vivarelli, o entorno do empreendimento e a oferta de infraestrutura são fatores que também devem pesar na hora da escolha:

“Para casais com filhos pequenos, a infraestrutura de segurança e lazer do condomínio é fundamental. Para solteiros que dividem apartamento, o que importa mesmo são a economia da taxa condominial e a facilidade de locomoção.”

Casal com filhos pequenos:
– Infraestrutura de lazer e segurança

– Dois quartos, com dependência reversível – cerca de 70m²

– Condomínios fechados (conceito de minicidade), com imóveis menores e infraestrutura maior, próximo a escolas e ao comércio

– Zonas Oeste e Norte (Vila da Penha, Madureira) do Rio, Nova Iguaçu e Duque de Caxias

Casal com filhos adolescentes:
– Economia de locomoção

– Dois ou três quartos – cerca de 70m² e 80m²

– Próximo de locais com vida noturna, shoppings, escolas e universidades ou condomínios com ônibus

– Zonas Oeste e Norte (Tijuca, Vila Isabel, Vila da Penha, Méier) do Rio, Nova Iguaçu, Niterói e São Gonçalo

Recém-casados:
– Praticidade e infraestrutura de lazer e segurança

– Dois quartos, com suíte – cerca de 60m² e 65m²

– Condomínios-clubes próximos da família e do comércio, com infraestrutura de transporte

– Zona Norte do Rio (Vila da Penha, Madureira, Tijuca, Vila Isabel, Méier, Cachambi)

Solteiros que moram sozinhos:
– Praticidade

– Quarto e sala, dois quartos pequeno ou residencial com serviços – de 30m² a 65m²

– Local com comércio próximo, infraestrutura de transporte e vida noturna intensa

– Zonas Sul e Norte do Rio, Baixada Fluminense e Niterói

Solteiros que dividem apartamento:
– Praticidade e preço

– Dois quartos, sem dependência – cerca de 60m²

– Prédio com poucos serviços e taxa condominial barata, próximo do comércio e da vida noturna do bairro

– Zona Norte do Rio, Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo

Idosos:
– Comodidade e tranquilidade

– Dois quartos, com dependência – cerca de 75m²

– Prédio antigo, com apartamentos maiores e elevador. Local tranquilo e próximo de farmácias, padarias e praças

– Zonas Sul (Copacabana, Flamengo, Botafogo, Urca) e Norte (Méier, Grajaú, Tijuca, Vila Isabel) do Rio.

LEIA MAIS:

7º Feirão da Caixa contará com 1.200 construtoras e imobiliárias

Imóveis serão melhor investimento em 2011 para 34% dos brasileiros, aponta pesquisa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.