08/06/2009

Na Casa Cor SP, loft sustentável é atração

Fonte: Jornal da Tarde

Nova edição do evento vai até 14 de julho

Escolha de materiais naturais ou reciclados, reapro-veitamento de água e otimização do uso de energia. Foi esse o tripé que norteou a arquiteta Helena Viscomi na montagem do “loft sustentável”, um dos 110 espaços da 23ª edição da Casa Cor São Paulo, que acontece até 14 de julho no Jockey Club.
 
Com 240 metros quadrados, o projeto foi pensado para propor soluções que minimizem as agressões ao meio ambiente. As inovações começam pelos fechamentos de paredes internas, externas e telhas, feitos com placas de material reciclado, produzidos pela Tetra Pak. Recuperada de casarões antigos, a madeira de demolição reveste pisos, móveis e paredes, onde até a tinta é ecologicamente correta, à base de água.

“Também usei revestimento vinílico, que minimiza os custos de conservação. Feito de PVC, o material simula madeira, respeitando a natureza”, explica Helena.

Já a iluminação é feita com LEDs, que garante redução do consumo de energia. As persianas, por sua vez, foram fabricadas com materiais naturais, como madeira, bambu, celulose e fibras. A arquiteta também optou por um sistema de aquecimento solar de água e instalou, no espaço, um reservatório que armazena água pluvial para uso nas pias e no jardim.

“Todo o volume recolhido é tratado e pode ser reutilizado para a descarga dos vasos sanitários e lavagem da área externa”, conta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.