23/04/2007

Nada como morar em um “”jardim””

Fonte: Jornal da Tarde

Plantas trazem beleza, contato com a natureza e a sensação de equilíbrio e ambiente saudável

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisProjeto do arquiteto Benedito Abbud, que cria um lugar para se sentar e contemplar a natureza no jardim da casa

Em todo projeto de lazer, a idéia que o morador quer ter é de estar próximo, ou em contato, com a natureza. Por isso, é muito importante levar em conta o paisagismo do ambiente.

Mesmo quem mora em apartamentos, dispõe de um espaço reduzido em casa ou não tem muito tempo ou jeito para lidar com plantas podem levar um pouco mais de natureza para dentro do lar e conseguir um ambiente mais acolhedor. “Não importa o tamanho do jardim, o que importa é a sensação que ele transmite”, adverte a paisagista Paula Magaldi.

Para a paisagista, a vegetação é imprescindível, e todo mundo quer uma área verde em casa. “Além de proporcionar o escoamento de água, também pode perfumar o ambiente e atrair pássaros”, lembra.

O arquiteto e paisagista Benedito Abbud concorda. “Quem não tem muito espaço disponível pode optar por vasos com árvores frutíferas. Mudas de pitanga, romã e jabuticaba são espécies que se adaptam bem à vida em vaso, além de serem bonitas”, salienta.

Outra alternativa bastante usual é plantar ervas e temperos, também em vasos se o espaço for reduzido. “Além de serem bonitos e perfumados, o morador ainda terá o prazer de poder colher o tempero para a refeição que estiver preparando” , lembra Abbud.

Na mesma linha dos temperos, estão as pequenas hortas, que podem ser plantadas em vasos baixos que deverão ficar alojados no chão. Além de conferir maior verde ao ambiente, ainda rende um alimento fresco e livre de agrotóxicos. Para quem dispõe de ambientes mais amplos, a dica do arquiteto e paisagista é ter pés de limão ou lima no quintal, que são sempre úteis e dispensam maiores cuidados.

A vegetação também pode estar ‘subindo pelas paredes’. Quem ensina a técnica para ampliar o espaço e dar mais aconchego ao ambiente é Abbud. “Muros aparentes sempre diminuem o espaço. O ideal é ter algo cobrindo”, ressalta.

Isso pode ser aplicado nos muros, paredes e até mesmo em pequenas áreas externas como as sacadas. Uma opção é plantar uma fila de arbustos rente à parede – murta ou hibisco. Quem preferir pode usar as plantas do tipo trepadeira para preencher toda a extensão da parede – a espécie unha-de-gato é a mais recomendada.

Quem preferir um ambiente mais rústico ou com menos verde, pode criar uma parede com diversos vasinhos com plantas menores como ervas, temperos, cactos ou flores. “Os vasinhos requerem mais manutenção e cuidado, mas deixam o ambiente mais rústico”, garante o arquiteto.

Mas, na hora de comprar as plantas, é preciso levar em consideração a insolação e o vento a que elas estarão sujeitas. É preciso analisar bem onde elas ficarão para que não sofram com as intempéries.

E não são apenas as áreas externas que são dignas de receber paisagismo. Dentro de casa também dá para criar ambientes que proporcionem contato com a natureza – mesmo que em pequenas doses. A dica da arquiteta Mariana Cecchini é utilizar a sacada dos apartamentos e construir um jardim de inverno. “Além de acolhedor, fica muito bonito”, garante.

A natureza pode caber em qualquer canto

Encontrar um cantinho em casa para fazer uma área de lazer parece um sonho distante? Saiba que, mesmo em espaços restritos, é possível dar um jeitinho de trazer um pouco de natureza, alegria e diversão para o lar. Mesmo que não exista espaço para uma piscina, um jardim ou um playground, alguns detalhes podem ajudar a trazer na tarefa.

Quem dispõe de ambientes pequenos, como apartamentos por exemplo, pode aproveitar a área da sacada para criar um espaço confortável e aconchegante. Para transformar a ‘varandinha’ em algo mais suntuoso, a dica da paisagista Paula Magaldi é pintar as paredes na cor verde, colocar uma poltrona confortável ou almofadas em material impermeável e vários vasos nas laterais. “Assim, é possível transformar uma sacadinha sem graça em um lugar mais acolhedor”, ensina.

Com pequenos detalhes, é possível fazer com que a natureza venha bater à sua porta – ou à sua janela. Para conseguir esse benefício, basta colocar bebedouros de pássaros ou bandejas com frutas da estação para que eles apareçam para colorir e embelezar a rotina da família.

“Em apartamentos, principalmente de andares mais baixos, a presença de pássaros é constante quando se utiliza esses artifícios”, lembra o paisagista e arquiteto Benedito Abbud.

Mesmo assim é preciso tomar alguns cuidados. Os bebedouros para beija-flores, por exemplo deve ser devidamente limpos e tratados diariamente. A água que os pássaros virão buscar deve ser previamente fervida, ou então filtrada. Caso contrário, existe a possibilidade de acumular fungos no recipiente e passar para a água. Isso pode ser passado para o pássaro e causar até a sua morte.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.