08/03/2012

No Dia Internacional da Mulher, saiba mais sobre a premiada arquiteta Zaha Hadid

No Dia Internacional da Mulher, saiba mais sobre a premiada arquiteta Zaha Hadid

Fonte: Revista do ZAP

Primeira mulher a receber o Pritzker (“Nobel da Arquitetura) em 2004, Zaha Hadid fez o projeto do Centro Aquático de Londres, concebido para as Olimpíadas de 2012

As Organizações das Nações Unidas (ONU) oficializaram o 8 de março como Dia Internacional da Mulher, em 1975, mas as mulheres vinham protestando e lutando por seus direitos desde o final do século IXX. Para celebrar a data e homenagear as mulheres, o Pense Imóveis traz o perfil da arquiteta anglo-iraquiana Zaha Hadid.

Primeira mulher a receber o Pritzker (“Nobel da Arquitetura”) em 2004, Zaha é uma das mais influentes e premiadas arquitetas da atualidade. Um de seus últimos projetos é nada menos que do Centro Aquático de Londres, concebido para as Olimpíadas de 2012.

Divulgação



Nascida no Iraque em 1950 e radicada na Inglaterra, Zaha Hadid é considerada uma arquiteta orgânica e desconstrutivista, com projetos marcados pela fragmentação e pelo processo de desenho não linear. Ela estudou ana Architectural Association de Londres e foi uma das sócias do Office of Metropolitan Architecture (OMA), trabalhando com o arquiteto Rem Koolhaas.

Ao longo dos anos, a arquiteta lecionou em importantes universidades mundiais como Harvard, Yale (nos EUA) e Universidade de Artes Aplicadas de Viena, na Áustria. Atualmente ela está à frente de 300 pessoas no Zaha Hadid Architects, escritório com cerca de 950 projetos espalhados por 44 países.

Além do Pritzer, recebido em 2004, Zaha acumula dezenas de outros feitos como o Prêmio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia (2003), quatro RIBA European Awards do Royal Institute of British Architects (2005,2006,2008 e 2010) e dois Stirling Prize (2010,2011), premiação de arquitetura mais prestigiada do Reino Unido. Ela ainda foi reconhecida Ordem do Império Britânico pelos serviços realizados à arquitetura.

Mulher influente
Em 2008, Zaha ficou no 69º lugar na lista das “100 Mulheres Mais Influentes do Mundo”, da conceituada revista Forbes, na frente de nomes como Rania Al-Abdullah (rainha de Jordânia) e Mary McAleese (então presidente da Irlanda). Em 2010, a revista Time escolheu a arquiteta como uma das pensadoras mais influentes do planeta, ao lado de figuras como Steve Jobs (criador da Apple).

Em setembro de 2010, foi a vez da revista britânica New Statesman listar a arquiteta no 42º lugar na sua lista anual das “50 Figuras Mais Influentes do Mundo”.

Projetos
As criações de Zaha Hadid estão construídas em diferentes cantos do mundo. Entre elas estão: o MAXXI (Museu Nacional de Artes do Século 21), em Roma (Itália); o Centro Rosenthal para Arte Contemporânea, em Cincinnati (EUA); uma plataforma de esqui, em Innsbruck (Áustria) e a Guangzhou Opera House, em Guangzhou (China).

A arquiteta também já fez incursões pelo universo fashion. Em 2006, criou uma bolsa para a exposição Icons (Ícones) da Louis Vuitton. No mesmo ano, Zaha projetou um contâiner futurista que serviu de galeria móvel para a mostra Mobile Arte, patrocinada pela Chanel, que rodou o mundo por dois anos.

Em 2008, Zaha criou um modelo de sandália para a marca Melissa. A tradicional sandália de plástico ganhou ares futuristas de bota aerodinâmica, com saltos e tiras de borracha em volta dos tornozelos.

Centro Aquático de Londres
Um dos projetos mais recentes de Zaha Hadid é o Centro Aquático de Londres, onde serão realizadas as competições de natação e saltos ornamentais das Olimpíadas de Londres, a partir de julho de 2012.

Divulgação
















Para criar o Centro, Zaha e sua equipe se inspiraram nas formas fluídas da água em movimento. Paredes curvadas vêm do chão até o teto como uma onda. Do lado de dentro, esse teto ondulado, feito de 3000 toneladas de aço, reflete as cores da piscina.

Divulgação
















Durante os Jogos Olímpicos, o local terá capacidade para 17,5 mil lugares. Após as competições, duas “asas” temporárias serão removidas, reduzindo a capacidade de lotação para 2,5 mil lugares, com a possibilidade para mil lugares adicionais.

Divulgação 
















O prédio, localizado no Parque Olímpico em Stratford, custou 269 milhões Libras (cerca de R$ 745 milhões).

Maxxi em Roma
Outro trabalho de destaque de Zaha Hadid é o Maxxi (Museu Nacional de Artes do Século XXI), em Roma. O projeto, que levou dez anos para ser concluído devido a mudanças de poder no governo italiano, rendeu à arquiteta o Stirling Prize em 2010.

Divulgação
















O Maxxi se destaca por ser uma construção de estilo contemporâneo no centro histórico de Roma, cheio de obras milenares. O edifício tem 29 mil metros quadrados distribuídos em forma de L com o uso de bastante concreto, aço e vidro.

Divulgação 















O projeto teve um custo total de cerca de US$ 175 milhões (R$ 307 milhões) .

Leia mais:
>> Cozinha de ouro de mais de R$ 800 mil tem pia desenhada por Zaha Hadid
>> Arquiteto chinês vence o Pritzker 2012, o “Nobel da Arquitetura”

Tags: destaques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.