04/06/2012

No Sul, arquiteto britânico abre discussão sobre o papel da arquitetura na transformação do planeta

No Sul, arquiteto britânico abre discussão sobre o papel da arquitetura na transformação do planeta

Fonte: Revista do ZAP

Cameron Sinclair, fundador da Architecture for Humanity, palestra nesta segunda-feira, 4 de junho de 2012, no Fronteiras do Pensamento, em Porto Alegre

Com a vinda do arquiteto britânico Cameron Sinclair para o Fronteiras do Pensamento em Porto Alegre, nesta segunda-feira, 4 de junho de 2012, está aberta a discussão sobre o papel da arquitetura na transformação do planeta. Defensor dos projetos socialmente conscientes, ele fundou, com a jornalista Kate Stohr, a organização filantrópica Architecture for Humanity quando tinha “somente 24 anos, 700 dólares e um website”.

Na manhã de segunda-feira, antes de expor suas ideias no Fronteiras, Sinclair visitou a vila Nova Chocolatão, no Morro Santana, em Porto Alegre. Para o local foram transferidas, há um ano, 181 famílias que haviam se instalado no Centro Histórico de Porto Alegre.

O Fronteiras do Pensamento Porto Alegre traz as discussões mais relevantes para fazer pensar sobre grandes questões contemporâneas e é apresentado pela Braskem, tem o patrocínio de Unimed Porto Alegre, Natura, Gerdau e Grupo RBS. O projeto conta com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul como universidade parceira, o apoio da Petrobras no módulo educacional e parceria cultural da Unisinos, Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

A Architecture for Humanity
A ideia de Sinclair e Kate surgiu em 1999, depois de conhecerem um vídeo sobre a situação dos 70 mil refugiados da Guerra do Kosovo. Sem casa e com a proximidade do inverno, o que essas pessoas mais precisavam era de abrigo. O arquiteto, então, imaginou que seria uma oportunidade perfeita para a ajuda de outros profissionais da área e lançou um concurso de design que em poucas semanas recebeu pranchetas vindas de vários lugares do mundo, com propostas de edificações de borracha reciclada, e até de tendas infláveis.

Hoje a AFH é reconhecida por seu trabalho de pensar soluções para diversos territórios-alvo de crises e tragédias ambientais, como os terremotos no Haiti, o furacão Katrina, o tsunami asiático ou mesmo a pandemia de AIDS na África. Em 2006 Sinclair ganhou o TED prize e, em 2008, o National Design Awards.

A ONG reúne pessoas para mudar o mundo com ideias sustentáveis e tem sede em São Francisco, nos Estados Unidos. No Brasil, a Architecture for Humanity tem projetos em favelas do Rio de Janeiro, de pinturas com fundo social, e ações como a Homeless World Cup, um torneio de futebol disputados por equipes formadas apenas por pessoas desabrigadas.

No Quênia, a ONG de Cameron projetou uma quadra de basquete que ainda recolhe água da chuva, limpa e abastece as escolas locais. Quando ele soube que havia crianças que não frequentavam as aulas por não haver água no banheiro e para beber, resolveu criar a quadra.

Serviço
O que – Fronteiras do Pensamento
Quando
– Dia 4 de junho de 2012, a partir das 19h30
Onde – No Salão de Atos da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110)
Informações – no site do Fronteiras ou pelo (51) 3019-2326


Leia mais:
>> Veja imóveis à venda em Porto Alegre
>> Veja imóveis para locação em Porto Alegre
>> Anuncie seu imóvel no Pense Imóveis

Tags: destaques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.