10/06/2009

Nossa Caixa reduz juros do crédito imobiliário e amplia prazos

Fonte: O Estado de S. Paulo

Taxa mínima pós-fixada passa para 8,4% ao ano mais TR para financiamentos dentro do SFH; prazo será de 30 anos

São Paulo – A Nossa Caixa reduziu de 8,9% para 8,4% ao ano mais TR a taxa mínima pós-fixada para financiamento de compra e construção de imóveis residenciais enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), para unidades com valor até R$ 150 mil. O prazo de pagamento passou para 30 anos, e a faixa inicial de valor do imóvel foi ampliada de R$ 120 mil para R$ 150 mil. A Nossa Caixa espera elevar em 25% a concessão de crédito imobiliário para pessoas físicas este ano, chegando a R$ 450 milhões. 

Na faixa de R$ 150 mil a R$ 500 mil do plano pós-fixado, a taxa passou para 8,4% ao ano acrescida da TR para servidores públicos. Para clientes, a taxa na modalidade é de 10% mais TR. Servidores públicos paulistas pagam 8,4% mais TR por qualquer imóvel que custe até R$ 500 mil.

No plano prefixado, a taxa cobrada atualmente é de 12,85% ao ano para clientes e de 11,5% para servidores públicos. Nos financiamentos com taxa de mercado, para imóveis acima de R$ 500 mil, os juros foram mantidos em 11% ao ano mais TR no plano pós-fixado e em 13% no plano prefixado. Nos planos com reajuste pela TR, os prazos máximos de financiamento aumentaram de 25 para 30 anos e, nos prefixados, de 20 para 30 anos.

No financiamento de construção por 30 anos, o limite financiado é de 70% do valor de avaliação final do imóvel ou 100% do orçamento, e naqueles por 25 anos, de 80% do valor final do imóvel ou 100% do orçamento.

No financiamento de reformas, enquadrado na taxa de mercado, a taxa passou de 12% mais TR para 11% mais TR ao ano. No plano prefixado, houve mudança de 15,08% para 13% ao ano. O prazo para pagamento foi mantido em até 60 meses. O valor máximo financiado corresponde a 30% do valor de avaliação do imóvel ou a 100% do custo da obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.