16/07/2007

Novas medidas facilitam compra da casa própria

Fonte: O Estado de S. Paulo

Além do aumento da oferta, uma série de medidas facilitou a compra de imóvel de até R$ 120 mil: queda dos juros, aumento dos prazos e a ampliação da possibilidade de uso do Fundo de Garantia para pagar até 80% da prestação mensal do SFH. Os juros nos empréstimos com recursos do FGTS pela Caixa … Continue lendo “Novas medidas facilitam compra da casa própria”

Além do aumento da oferta, uma série de medidas facilitou a compra de imóvel de até R$ 120 mil: queda dos juros, aumento dos prazos e a ampliação da possibilidade de uso do Fundo de Garantia para pagar até 80% da prestação mensal do SFH.

Os juros nos empréstimos com recursos do FGTS pela Caixa Econômica Federal para financiar imóvel de até R$ 100 mil (para quem tem renda de R$ 3,9 mil a R$ 4,9 mil) caíram de 10,16% para 8,66% ao ano, mais TR, desde maio.

Nos demais bancos, os financiamentos para imóveis de até R$ 120 mil são feitos com recursos da poupança, mas têm juro menor que o de imóvel acima desse valor com a mesma fonte de financiamento. Em alguns bancos, o benefício do juro menor vale só nos três primeiros anos. Em troca desse benefício, o Banco Central flexibiliza o enquadramento desses bancos na regra que exige que eles destinem até 65% do saldo da caderneta ao financiamento imobiliário pelo SFH. E, para uso do FGTS no abatimento de prestação, o Conselho Curador elevou o limite de renda de 4 para 6 salários mínimos para que o mutuário pague 80% da parcela do financiamento com recursos da conta vinculada. As outras duas novas faixas são: salários de 6 a 12 mínimos, até 60% da prestação; acima de 12 mínimos, até 40% da parcela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.