17/03/2009

Novas regras para obras em Vargem Grande

Fonte: O Globo

A lei, que flexibilizará as regras para novos condomínios, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em dezembro de 2005

A região de Vargem Grande, conhecida pela proliferação de imóveis de classe média em situação irregular, terá finalmente novas regras para construções. A Secretaria municipal de Urbanismo acerta esta semana os últimos detalhes para começar a aplicar as normas urbanísticas fixadas pelo Projeto de Estruturação Urbana (PEU) das Vargens (inclui Vargem Grande, Vargem Pequena, Camorim e parte do Recreio dos Bandeirantes). A lei, que flexibilizará as regras para novos condomínios, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em dezembro de 2005. No entanto, não vinha sendo aplicada devido a uma briga judicial entre a prefeitura e a Câmara.

A principal mudança atinge Vargem Grande e Vargem Pequena, até então tratadas como áreas rurais. O novo PEU facilita a aprovação de projetos de prédios e casas na medida em que reduz, de dez mil metros quadrados para 600 metros quadrados, as dimensões mínimas de cada lote. A região é considerada de expansão natural da cidade, com a redução progressiva da oferta de terrenos na Barra e no Recreio.

Vargem Grande pode representar para a cidade o que a Gávea representou para a Zona Sul na década de 50 do século XX. Uma opção para quem procura morar com qualidade de vida, mas que não necessariamente quer viver num lugar que tenha praia, como Copacabana e Leblon. Trata-se de uma região onde o verde ainda é preservado e relativamente próxima da orla do Recreio e de Grumari – disse o secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.